0

Sabrina Sato explica demora ao mostrar rosto da filha, Zoe: 'Carinha de joelho'

A apresentadora respondeu comentários de alguns internautas no Instagram sobre a bebê e a maternidade. 'Logo mais ela aparece. Zoe me pediu só pra esperar ela perder a carinha de joelho, colocar uns cílios, passar um batom e aí ela tá pronta. Tô respeitando o tempo dela', escreveu, em tom divertido, a noiva de Duda Nagle. Zoe nasceu na quinta-feira (29), em São Paulo.

6 dez 2018
15h18
  • separator
  • comentários

Desde o nascimento da filha, Zoe, na última quinta-feira (29), Sabrina Sato ainda não mostrou o rostinho da bebê: na maternidade, ela apareceu apenas com os pézinhos à mostra e até em um vídeo divertido postado pelo pai, Duda Nagle. E, nesta quinta-feira (06), Sabrina explicou, ao responder uma fã que se afirmou ansiosa para ver os traços da bebê, que vai esperar mais um pouco para dividi-lo com os seguidores. "Logo mais ela aparece. Zoe me pediu só pra esperar ela perder a carinha de joelho, colocar uns cílios, passar um batom e aí ela tá pronta. Tô respeitando o tempo dela", afirmou, em tom bem-humorado, a apresentadora.

Sabrina exalta maternidade e fala sobre corpo: 'Barriga ainda bem grande'

A comandante do "Programa da Sabrina" também respondeu uma fã que a apoiou por ter realizado cesárea. "Não somos menos mães porque fizemos cesárea", escreveu a mulher. A artista, que se afirmou mais forte desde que teve a bebê, falou sobre o corpo ao respondê-la. "Tô me sentindo mais mãe ainda. Com minha barriga que ainda está aqui bem grande, minha cicatriz que ainda dói e minha filha que mama que é uma beleza", escreveu.

'Tinha medo, receio', afirmou sobre cesárea

Homenageada pelo noivo após o nascimento da folha, Sabrina publicou um desabafo na rede social, no qual contou suas expectativas sobre o parto. "Eu tinha certeza que minha filha nasceria de um parto natural, já que tinha me preparado tanto pra isso e nem pensei no plano B, uma cesárea humanizada, porque sempre achei lindo ver a força da mulher, do animal parindo. Nosso caminho foi outro. Depois de 41 semanas e mais de 24h de bolsa rompida, 20h de trabalho de parto, ainda não tinha minha filha nos meus braços. Foi através de uma cesariana, que tinha medo, receio e não estava nos meus planos porque a anestesia, corte, cicatriz e tempo de repouso não saiam da minha cabeça, que chegou o maior presente da minha vida. Foi emocionante. Me senti mais forte ainda depois de tudo o que passamos e tenho refletido muito sobre esse momento que vai ficar pra sempre comigo. Mas o fundamental, Zoe esteve todo o tempo muito bem e nasceu com muita saúde", afirmou.

(Por Marilise Gomes)

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade