5 eventos ao vivo

Presidente do Salgueiro nega enredo de 2018 a Luciano Huck

Segundo Regina Célia, o represente do apresentador a procurou para fazer oferta.

17 mai 2017
11h24
atualizado às 13h20
  • separator
  • comentários

A presidente do Salgueiro, Regina Célia, disse ter sido procurada por Luciano Huck, por meio de seus representantes, para que o apresentador, recentemente operado da hérnia, fosse enredo da escola no Carnaval 2018. "Aconteceu (a procura). Veio um documento procurando para fazer o enredo, mas, realmente, não que ele não mereça. Ele também tem história. Mas preciso muito, quero muito ir atrás de um título (que a agremiação não conquista desde 2009)", justificou. O rumor surgiu na coluna "Radar", da revista "Veja", no começo do mês.

Ainda em entrevista exibida no "TV Fama" (RedeTV!) de terça-feira (16), Regina explicou porque recusou levar a história do marido de Angélica para a Avenida. "Acho que o enredo que tenho posso ir muito mais fácil atrás de um título e fazer um belo desfile", disse se referindo à "A Senhora do Ventre do Mundo". Quando questionada se Luciano, dono de um iate de quatro andares, ofereceu R$ 6 milhões para a vermelha e branca, a presidente confirmou. "É um bom dinheiro? É. Mas para pisar na Avenida você precisa ter ciência que vai fazer um bom Carnaval. Tendo um bom enredo, você tem 40%, 50% de um bom Carnaval", acrescentou.

Após a informação que o apresentador do "Caldeirão do Huck" queria ser enredo de alguma escola do Rio, o pai de Joaquim, Benício e Eva negou a proposta por meio de sua assessoria de imprensa. "Ele foi procurado por um compositor, uns três ou quatro meses atrás, que queria escrever um samba-enredo sobre ele e oferecer para escolas. O Luciano não aceitou", disse a porta-voz. Depois, a Mangueira também vetou o enredo, segundo a "Radar". "Usaram o meu nome", alegou.

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade