0

O permanente voltou! Conheça o novo formato da tendência que dominou os anos 80

Após o cabelo liso comandar os anos 2000, é a vez dos cachos chamarem toda a atenção! Sucesso absoluto na década de 80 ao dominar a cabeça das famosas, o procedimento que busca deixar os fios mais enrolados está de volta, mas ganhou um novo modelo de cacho ao não focar tanto no volume como antigamente! A tendência é não deixar as mechas cacheadas da raiz até a ponta.

21 ago 2018
12h27
atualizado em 22/8/2018 às 09h24
  • separator
  • 0
  • comentários

Cabelos com cachos definidos e volumosos sem ter que usar babyliss todos os dias? Sim, o permanente está de volta e a sugestão é dar adeus para a chapinha também! Após a procura por fios cacheados ultrapassar as buscas por lisos na internet no Brasil, o estilo que dominou o cabelo das famosas nos anos 80 teve um retorno triunfal, assim como a maquiagem bem marcada. Apesar da moda ter voltado, o procedimento, que costuma durar um pouco mais do que 2 meses ao variar de acordo com as características do cabelo, está com uma nova pegada ao não dar tanto foco no volume como era feito antigamente. Procurando seguir a tendência da naturalidade, que está muito presente na make de pele, os fios ganham o formato de cachos mais abertos entre o tipo número 2 e 3.

Tamanho dos cachos varia de acordo com o bastão

O método é feito com uma haste, onde o cabelo será enrolado separado em mechas, e utiliza tioglicolato de amônia como substância química para fixar os cachos. Mesmo com a tendência de fazer um cacheado menos definido, é possível moldar os fios conforme desejado ao fazer uma variação de bastão, que é conhecido como "bigudinho" no Brasil. Quanto mais grosso, mais aberto e menos enrolado ficará. O procedimento não é tão nocivo para os fios como antigamente devido às tecnologias, mas é recomendado fazer com um profissional, principalmente se o cabelo já estiver com química.

Cachos não são feitos da raiz até as pontas

Além de favorecer o ondulado natural, que fica com um resultado bem similar ao cabelo pós-praia, o permanente acabou passando por outras mudanças que ajudaram a repaginar o procedimento. Ao invés de deixar as mechas enroladas da raiz até as pontas, a nova tendência é que algumas partes do fio permaneçam lisas, variando de acordo com o desejo de quem resolver aderir a moda ao permitir que o liso fique no topo ou na extremidade inferior do cabelo.

Cuidados e tratamentos para o pós-permanente

Independente do formato escolhido para o cacho, é necessário fazer alguns tratamentos após a realização do procedimento. Normalmente, cabelos enrolados costumam ficar mais secos nas pontas por terem mais dificuldade para espalhar a oleosidade que fica na raiz, precisando de hidratações e cuidados nutritivos constantes. Para não diminuir a durabilidade do permanente, é indicado utilizar produtos que ajudam a moldar as mechas ou que possuem ativadores de cachos.

(Por Fernanda Casagrande)

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade