0

'O Outro Lado do Paraíso': Sophia ataca Caetana com tesoura

A serial killer recebe voz de prisão ao tentar assassinar Caetana (Laura Cardoso)

27 mar 2018
09h53
atualizado às 11h11
  • separator
  • comentários

Sophia (Marieta Severo) vai ser presa por Bruno (Caio Paduan) nos últimos capítulos da novela "O Outro Lado do Paraíso". A vilã cai em uma armadilha e é pega no flagra ao partir para cima de Caetana (Laura Cardoso) com uma tesoura. As cenas irão ao ar dia 28 de abril, faltando 13 dias para o último capítulo, adianta nesta terça-feira (27) o colunista de TV Daniel Castro. A essa altura, a mãe de Lívia (Grazi Massafera) já terá enterrado vivo Mariano (Juliano Cazarré) ao acreditar que matou o namorado de sua filha.

Caetana abre o jogo com Clara e Patrick

O plano para levar Sophia para atrás das grades começa quando Xodó (Anderson Tomazini) conta a Gael (Sergio Guizé) que ela é a assassina de Rato (Cesar Ferrario). Em um primeiro momento, o irmão de Estela (Juliana Caldas) não acredita no garimpeiro, porém ao encontrar o brinco de Mariano no cofre da mãe muda de ideia e denuncia a vilã ao delegado, que prefere manter a investigação em sigilo até reunir provas contra a serial killer. Logo depois, Clara (Bianca Bin) e Patrick (Thiago Fragoso) procuram pela cafetina para descobrirem o que ela sabe sobre a vilã. No entanto, a dona do bordel só fala o que sabe ao ser colocada contra a parede pela mocinha. "Todos os crimes que aconteceram. Todos. Eu sou a culpada. Foi por causa da minha língua grande. Primeiro foi o Laerte (Raphael Vianna). Encontrei com ela. A Sophia fingiu que não me conhecia", dispara a idosa.

'Nem pode mais ser presa por um crime', diz Caetana

Em seguida, um flashback exibe o encontro das duas em um bar. "Mas ela foi ingrata. E eu contei do Agenor. Ela matou esse home. A Sophia era quenga. Trabalhava comigo. Ela era suspeita, a polícia veio atrás. Ela me implorou ajuda de joelhos. Eu disse que ela tava comigo na hora do crime", acrescenta a cafetina. Depois, Caetana diz que assim como Agenor, o segurança também apareceu assassinado."Então era isso que a senhora sabia. Houve outro crime, há muito tempo", diz a neta de Josafá (Lima Duarte). "Tanto tempo que ela nem pode mais ser presa por esse crime", afirma a idosa, sendo questionada se Vanessa (Fernanda Nizzato) também foi morta pela vilã. "Com essa não falei, não. Mas eu suspeito de que ela deve ter visto quando a Sophia matou o Laerte, porque dizia que ia ficar rica", recorda a dona do bordel. Ela fala ainda da morte de Rato e do desaparecimento de Mariano, rejeita se aliar à vingativa para que Sophia seja presa, mas é convencida por Mercedes (Fernanda Montenegro).

'Se precisar, uso a arma', diz Patrick

Em plano organizado por Patrick, Bruno, Gael e Clara, Caetana se encontra com a vilã no garimpo e alega que não pode retornar à noite para receber o que ela lhe deve. A mãe de Lívia aceita a proposta de se reencontrarem nos fundos do prostíbulo. A sensitiva e a mocinha acham a ideia arriscada, porém ponderam que a saída é a única para que a vilã seja presa. Logo depois, ficam escondidos no bordel e, para despistar a assassina, os veículos deixam o local. "Meu Deus, que tão aprontando?", questiona Leandra. "Não interessa. Leandra, se eu não voltar, só lhe digo. Cê foi uma boa amiga", responde a cafetina, aconselhada pelo advogado a procurar as luzes do farol do carro de Sophia. Desejo sorte. Desejo até que a gente teja errado", diz Gael. "Eu tenho porte de arma, Clara. Se precisar, eu uso", responde Patrick, a essa altura ao lado de policiais nos fundos do bordel.

Sophia é cercada ao tentar acertar tesourada em Caetana

Ao ver a assassina, Caetana diz: "Cê veio". "Nós combinamos, querida", retruca a serial killer, sendo questionada pela dona do bordel: "O dinheiro?". "Está aqui", responde a vilã ao levar a mão para dentro da bolsa. "Mas não é só dessa vez. Vai me pagar sempre que eu quiser. Pagar pelo meu silêncio", diz Caetana. "Eu tenho certeza de que a partir de agora, a senhora vai ficar em silêncio, dona Caetana querida. Silêncio pra sempre", diz Sophia, de forma sussurrante. Nesse momento, a vilã retira a tesoura da bolsa e levanta o braço para atingir a idosa, que grita. Sophia é cercada quando Patrick, Bruno, Clara, Gael e dois policiais aparecem de vários lados. "Tá presa, dona Sophia. Tá presa em flagrante por tentativa de assassinato", avisa o delegado.

 

Veja também:

PurePeople
  • separator
  • comentários
publicidade