2 eventos ao vivo

Novela 'Os Dias Eram Assim': Gustavo é acusado de assassinar Arnaldo e vai preso

Ativista será vítima de armação de Amaral (Marco Ricca) na trama das onze

13 set 2017
12h33
  • separator
  • comentários

Vítima de armação de Amaral (Marco Ricca), Gustavo (Gabriel Leone) será preso pela morte de Arnaldo (Antonio Calloni) em os "Dias Eram Assim". Nos próximos capítulos da trama das onze, o ativista vai ficar revoltado ao ser levado na frente de Rimena (Maria Casadevall), grávida do primeiro filho, fruto do relacionamento com o cunhado. O ex-delegado tentará evitar que a desconfiança caia em cima de Vitor (Daniel de Oliveira), cujo o estado mental preocupa a mãe, Cora (Susana Vieira). O músico, no entanto, só conseguirá a liberdade quando Ernesto (José de Abreu) confessar que é o verdadeiro assassino. As informações são do colunista de TV Daniel Castro.

'Eu sou inocente', afirma Gustavo

"Baseado em quê prenderam meu irmão?", pergunta Renato (Renato Góes), ao chegar na delegacia. "Tem uma testemunha que viu o Gustavo rondando o lugar onde o doutor Arnaldo estava internado", explica Rimena. Diante do delegado, Gustavo estará indignado por ter sido supostamente reconhecido quatro anos depois da morte do pai de Alice (Sophie Charlotte), baleada pelo ex-marido. "Como pode isso? Lembrar de mim assim, me acusar, depois de tanto tempo?", questiona o músico. "Eu estava em casa, eu sou inocente. Não sou assassino", garante ele. "Foi ladrão, baderneiro, revoltado. Aplaudiu o enterro, a gente tá levantando todos os seus podres. Você odiava a vítima, quis se vingar", responde a autoridade, antes de autorizar a entrada de Renato para falar com o irmão, que recebeu aprovação do médico após assumir relação com Rimena.

Renato promete tirar irmão da cadeia

"Armaram contra mim, Renato. Tão me acusando de ter matado Arnaldo Sampaio. Eu sou inocente", conta Gustavo. "Não tem justificativa pra ele ser preso! Passaram anos, não é flagrante. Ele não precisa ficar na cadeia", reclama o médico. "O senhor não está tendo respeito aos direitos do meu irmão", completa. "Quê? Sabe com quem tá falando? Sou um delegado. Repete isso que também vai preso, desacato", ameaçará o delegado. "Eu vou te tirar daqui, irmão. Vamos arrumar um advogado pra te tirar daqui", promete Renato.

Ernesto decide confessar seu crime

Ao ver o sofrimento de Vera (Cassia Kis) pela prisão do filho, Ernesto decidirá confessar seu crime. "Quando soube que o responsável pela morte da minha filha foi Arnaldo Sampaio, não o delegado... Pelas minhas fontes, havia indícios que o Arnaldo começou a praticar as torturas também, o velho sádico, poderoso", começa o ex-militar. "Descobri que ele estava internado e fui até lá, foi um impulso. Disse a mim mesmo que ia fazer ele confessar, implorar por perdão, como se isso bastasse. Consegui chegar até o quarto sem que ninguém me visse e me deparei com o canalha, deitado, longe de ser o homem que causou tanto mal, tanta dor. Uma morte natural não faria o menor sentido, iria embora em paz. Por isso me revoltei, agi. Vou carregar este peso pro resto da vida", revela Ernesto.

(Por Patrícia Dias )

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade