3 eventos ao vivo

Naya Riveira: atestado de óbito crava afogamento acidental e traz novos detalhes

Autópsia aponta que não há indícios de que drogas ou álcool tenham interferido na morte de Naya Rivera, mas amostras ainda serão submetidas a um teste tóxicologico. O corpo da atriz de 'Glee' foi encontrado em 13 de julho e o enterro aconteceu no cemitério Fores Lawn Memorial Park, na última sexta-feira (24)

31 jul 2020
16h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Twitter oficial do gabinete do Xerife do Condado de Ventura compartilhou o atestado de óbito de Naya Rivera e confirmou que a morte da ex-atriz do seriado "Glee", de 33 anos, foi por afogamento acidental de minutos. A norte-americana desapareceu no Lago Piru, na Califórnia, Estados Unidos, no dia 8 de julho, e teve corpo recuperado das águas após dias de buscas. O enterro aconteceu na última sexta-feira (24), no famoso cemitério Fores Lawn Memorial Park, no bairro Hollywood Hills, em Los Angeles. Segundo o site "The Daily Mail", Brittany Murphy, Carrie Fisher, Debbie Reynolds e Paul Walker, do filme "Velorez e Furiosos" estão enterrados no mesmo local.

Corpo de Naya Rivera não possuía ferimentos traumáticos

As circunstâncias e as características visuais indicaram que se tratava do corpo de Naya Rivera e o recuo foi confirmado por comparação. "O corpo foi radiografado e uma autópsia completa foi realizada. Os achados da autópsia são consistentes com um afogamento e a condição do corpo é consistente com o tempo em que ela foi submersa. Não foram identificados ferimentos traumáticos ou processos de doenças na autópsia", dizia o comunicado.

Amostras serão enviadas para testes toxicológicos

De acordo com o atestado de óbito de Naya Rivera, não há indicação da investigação ou exame de que drogas ou álcool tenham desempenhado um papel na morte da ex-noiva do rapper Big Sean. Entretanto, a nota afirma que "as amostras serão enviadas para testes toxicológicos". Recém-noiva do artista Max Ehrich, Demi Lovato se juntou ao time de ex-integrantes de "Glee" para lamentar o seu desaparecimento, na época.

Mulher de John Travolta morre de câncer, aos 57 anos

No dia 13 de julho, John Travolta emocionou o mundo ao anunciar e lamentar a morte da mulher, Kelly Preston, aos 57 anos. A ex-atriz lutava há dois anos contra o câncer de mama. "Ela travou uma luta corajosa com o amor e o apoio de muitos. Minha família e eu seremos eternamente gratos aos muitos amigos e entes queridos que estiveram ao seu lado. O amor e a vida de Kelly sempre serão lembrados. Levarei algum tempo para estar lá para os meus filhos que perderam a mãe; portanto, perdoe-me com antecedência se você não tiver notícias nossas por um tempo. Mas, por favor, saibam que sentirei seu derramamento de amor nas próximas semanas e meses à medida que nos curarmos", declarou a estrela internacional.

(Por Rahabe Barros)

Veja também:

Ben Affleck é banido de pré-estreia em Hollywood!
PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade