0

Namoro à distância e secreto: a história de Harry e Meghan

15 mai 2018
15h02
atualizado às 15h28
  • separator
  • comentários

Um dos casamentos mais esperados do ano, o enlace entre o Príncipe Harry e a atriz Meghan Markle acontecerá no próximo sábado (19), às 12h, no horário local e às 8h no de Brasília, em uma cerimônia que receberá 600 convidados na Capela da São Jorge, no Castelo de Windsor, a oeste de Londres, na Inglaterra.

Vivendo um romance desde julho de 2016, eles só assumiram oficialmente a relação em setembro de 2017 e se conheceram por meio de uma amiga em comum que planejou um encontro entre os dois, embora o casal prefira manter em segredo a identidade, mas que o jornal britânico "The Sun" aponta como a designer Misha Nonoo. Em entrevista à BBC, Meghan contou como foi o primeiro contato com o futuro marido. "A única coisa que perguntei antes do encontro foi se ele era simpático. Se não fosse, não faria sentido conhecê-lo". Harry também não fazia noção de quem era a protagonista da série "Suits". "Nunca tinha ouvido falar dela e pedi mais pormenores sobre Megan para à amiga", explicou o irmão do Príncipe William, que será o padrinho da união.

O primeiro encontro foi um sucesso e devido aos interesses em comum, principalmente envolvendo filantropia, os futuros noivos engataram um segundo 'match'. "Uma das primeiras coisas sobre o que falamos quando nos conhecemos foi sobre o que queremos fazer", disse a atriz. Contudo, devido à distância, já que Harry se divide entre trabalhos humanitários ao redor do mundo e a sua residência no Reino Unido, enquanto Markle gravava "Suits" no Canadá, o príncipe tomou atitude e convidou a paquera para ir com ele a à África. "Tive que persuadia-la. Foi fantástico conhecê-la naquele lugar, nos estávamos juntos, no meio do nada". Mas a atriz confessa que não foi fácil se relacionar à distância com o eleito. "Nunca estivemos mais de duas semanas sem nos vermos, sabíamos que estávamos nos comprometendo e que tínhamos que investir na relação. Não foi fácil porque vivemos na ponte aérea entre o Canadá e o Reino Unido". E o príncipe complementa animado: "mas resulta que estamos aqui".

Usar capuzes para se esconder dos paparazzi, se disfarçar? Nada disso! A estratégia usada pelo casal real para esconder o romance da imprensa britânica foi investir nos encontros caseiros no início da relação, que segundo Harry foram fundamentais para aumentar a intimidade entre os dois. "Calma com os encontros e fiquem mais tempo em casa. Passamos muito tempo em casa vendo televisão e fazendo jantar".

Mesmo com as polêmicas sobre a cerimônia em torno da possível não participação do pai da noiva no evento, os dois relatam que o pedido de casamento, que aconteceu em novembro de 2017, foi digno de uma cena cinematográfica. "Estava preparando o jantar, o frango assado, quando Harry se ajoelhou no chão e fez o pedido. Foi uma surpresa fantástica, tão doce, tão natural, tão romântica. Nem deixei Harry terminar o pedido e falei: 'Já posso dizer quem sim'?", conta Meghan que precisou se converter à religião anglicana para se casar com o príncipe.

 

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade