1 evento ao vivo

Namorada de Rafael Miguel pede medida protetiva contra o pai: 'Pessoa perigosa'

O ator foi morto pelo pai da jovem no domingo (09) a tiros. Desde então, o comerciante Paulo Cupertino Matias está foragido e Isabela vê sua segurança ameaçada por isso. 'Ele é uma pessoa perigosa, capaz de fazer qualquer coisa. A essa altura a gente espera qualquer coisa. Não acredito que ele possa se entregar', disse em entrevista no 'Jornal Nacional' nesta quinta-feira (13).

13 jun 2019
22h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Quatro dias após a morte do ator Rafael Miguel, assassinado aos 22 anos por tiros pelo pai da namorada, Isabela Tibcherani, 18 anos, a jovem revelou, em entrevista divulgada nesta quinta-feira (13) no "Jornal Nacional" que procurou a Justiça para ficar longe do pai. Sua defesa pediu uma medida protetiva à Vara do Tribunal do Júri de São Paulo contra o comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos - foragido desde que cometeu o crime. "Ele é uma pessoa perigosa, capaz de fazer qualquer coisa. A essa altura a gente espera qualquer coisa. Não acredito que ele possa se entregar", argumentou a jovem, que se posicionou diante de críticas de que estaria tentando se promover após a tragédia envolvendo o namorado. Além de Isabela, seu irmão e sua mãe estão incluídos na medida judicial.

Tio também foi acionado: 'Claramente conivente'

Tio de Isabela, Joel Cupertino também é alvo do mesmo pedido por parte dos advogados da jovem. "Ele se mostra claramente conivente com toda a situação, apoia meu pai em tudo que ele fez e, inclusive, acha que foi pouco. Está bem claro que são duas pessoas que precisam estar longe", contou Isabela. Ao dar sua versão sobre o caso, Joel teria indicado que a família de Rafael tinha histórico criminoso. A jovem, cujo maior apoio no momento difícil tem sido a religião, revelou ainda não ter voltado a sua antiga casa. "Um ambiente extremamente tóxico, com lembranças ruins. Eu não tenho motivos para estar lá. Nem que desse eu voltaria para lá. Não tem a menor possibilidade. Nunca foi um lar", lamentou.

Ator estava em tratamento de depressão, conta namorada: 'Eu ajudei e motivei'

Em entrevista anterior, Isabela contou que o tiro que matou o rapaz mirava, na verdade, a mãe dele, e Miriam Selma Miguel, de 50, que também morreu, assim como o pai do artista, João Alcisio Miguel, de 52 anos. "Eu acredito que o Rafael tentou proteger a mãe dele, entrou na frente. Foi um anjo. Ele falava que ia me proteger, me salvar, me tirar daquela casa. Uma vez, ele falou que tomaria um tiro para me proteger", afirmou a estudante. Ela revelou ainda que o ator tinha depressão: "Ele estava se tratando. Eu o ajudei e motivei a continuar fazendo terapia". Assim como a noiva de Gabriel Diniz, Isabela viu seu nome envolvido em uma fake news. "Chegaram a dizer que eu estava grávida, o que não é verdade. A gente estava há muito tempo sem se ver até a noite do dia 8", esclareceu.

(Por Marilise Gomes)

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade