2 eventos ao vivo

Mulher é presa ao tentar invadir escola de príncipe George

Segundo 'Daily Mail', inquérito aponta que australiana, de 40 anos, tem fixação pela Família Real

14 set 2017
13h06
atualizado às 13h32
  • separator
  • comentários

Uma australiana, de 40 anos, foi presa após suspeita de invasão à escola Thomas's Battersea, em Londres, unidade frequentada por George, herdeiro da Família Real que iniciou os estudos na última semana, sendo levado no primeiro dia de aula pelo pai, o Príncipe William. De acordo com o jornal "Daily Mail", a mulher foi detida por oficiais da polícia disfarçados de porteiros depois de duas tentativas consecutivas de invadir o local em menos de vinte quatro horas, na tarde desta quarta-feira (13).

Mulher é presa após tentativa de invasão à escola de Príncipe George
Mulher é presa após tentativa de invasão à escola de Príncipe George
Foto: PurePeople

Inquérito considera mulher obcecada pela Família Real

Ainda segundo a publicação, os professores estavam em alerta após avistarem a mulher pelos arredores do colégio. Ao ser confrontada pelos funcionários acabou fugindo. Entretanto, a polícia a reconheceu e ela foi interrogada em uma delegacia. De acordo com o inquérito, ela foi considerada uma pessoa com fixação e obcecada pela Família Real. Neste momento, o cunhado de Meghan Markle, atriz recentemente apresentada como namorada de Harry à rainha Elizabeth II, estava viajando a um condado no norte da Inglaterra.

Príncipe William torce por melhora de Duquesa

William falou com a imprensa britânica pela primeira vez durante uma conferência policial em Oxford sobre saúde mental. Por lá, ele afirmou que está aguardando uma melhora no estado de saúde da mulher, que sofre de hiperêmese gravídica, para comemorar a terceira gravidez. "É preciso espera que Catherine se recupere completamente desse primeiro momento para que possamos começar a celebrar na próxima semana", disse ele, que está ansioso pela chegada do terceiro herdeiro. "O começo sempre dá aquela ansiedade, mas ela está bem", disse.

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade