0

Marquezine chora com presença dos pais em estreia no cinema

Bruna Marquezine se emocionou ao fazer discurso sobre sua primeira estreia nos cinema

20 ago 2019
09h08
atualizado às 11h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Bruna Marquezine se emocionou minutos antes da exibição de seu filme no 47º Festival de Cinema de Gramado. Sendo uma das presenças mais aguardadas, a atriz esteve pela primeira vez no tapete vermelho da cidade gaúcha nesta segunda-feira (19) para assistir ao longa-metragem "Vou Nadar Até Você".

Bruna Marquezine
Bruna Marquezine
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Minutos antes de conferir o resultado final, a artista fez um discurso sobre o momento especial e veio às lágrimas ao citar a presença de seus pais, Neide e Telmo Maia, na plateia.

"Estou emocionada com a noite de hoje. Com o poder da arte. Estou feliz. Imensamente feliz por ser artista. Feliz porque tenho os meus pais aqui comigo para ver a minha estreia no cinema: um momento que eu também sonhei por muito tempo", afirmou.

Atriz avalia 1º filme como protagonista

Bruna Marquezine atraiu todos os holofotes ao surgir com look all black de R$ 17 mil no Festival de Cinema de Gramado. O motivo de ter recebido tanta atenção foi por ter sido sua estreia no cinema como protagonista. Celebrando o acontecimento, ela ainda avaliou a importância do longa-metragem.

"Espero que assim como eu mergulhei, vocês também mergulhem com Ophelia nesta jornada dela pelo autodescobrimento. A busca por algo tão importante na vida de qualquer ser humano e que ela escolheu fazer de maneira tão simbólica. É um filme de sutilezas que tem uma atmosfera única e própria", salientou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicao compartilhada por Bruna (@amorbrubru) em

Bruna Marquezine relembra as gravações: 'Transformador e árduo'

Recentemente, a atriz relembrou os desafios que enfrentou no set de filmagens do filme. De acordo com ela, foi um personagem muito difícil de fazer. "Esse projeto foi transformador e por isso mesmo árduo. Me desafiou em tantos lugares: do meu próprio processo de atuação, muito intuitivo, ao desgaste físico que é rodar um filme nadando por horas, nos horários mais distintos. Ophelia mergulha, literalmente, sem querer numa jornada de autoconhecimento, e eu fiz o mesmo. Ela fez com que eu me percebesse mais forte, mas também me apresentou pontos de fragilidade internos e sentimentos que eu ainda não tinha acessado. E isso, para um ator, é um presente", relembrou.

Artista sempre quis atuar no cinema

Bruna Marquezine ganhou vários elogios por sua estreia no cinema -não é por acaso que já concorre no Festival de Cinema de Gramado. Para ela, esta vontade de fazer a sétima arte sempre existiu.

"Eu sempre senti (e acho que sempre sentirei) uma necessidade artística de fazer cinema. Quando Ophelia me encontrou (acredito que muitas vezes as personagens escolhem a gente e não o contrário) eu decidi que era o momento certo", apontou.

Veja mais:

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade