0

Marília Mendonça é procurada por fãs para desabafos

No 'Conversa com Bial', sertaneja disse que recebe muita mulher chorando no camarim

15 set 2017
10h12
atualizado às 16h24
  • separator
  • comentários

Rainha da sofrência, Marília Mendonça admitiu que foi traída aos 13 anos e sempre canta sobre infidelidade em suas músicas. Por causa disso, a sertaneja contou que acabou ganhando fama de "conselheira" entre os fãs, que sempre a procuram para desabafar sobre questões amorosas. "Chega muita mulher chorando no camarim dizendo que tinha acabado de terminar com um infiel. Recebo muita mensagem no Instagram. A galera se apega muito nessa coisa de Marília conselheira", disse a artista no "Conversa com Bial" de quinta-feira (15). Marília, porém, não se incomoda em atender os admiradores e ainda aproveita para usá-los como inspiração: "pego a história da galera e faço música. Pode mandar por direct. Estou precisando de inspiração".

Recém-separada de Yugnir Ângelo, de quem ficou noiva por sete meses, e flagrada aos beijos com o ator Matheus Corcione, que possui uma namorada, Marília criticou o comportamento feminino em relação à traição: "se fala tanto em feminismo e a mulher ainda culpa sempre a mulher por coisas que ela não tem culpa. Se o homem é casado comigo, se é meu namorado, quem me traiu foi ele. Como vou culpar a amante se não tenho nada com ela?".

Marília assumiu que não era fã de sertanejo no passado e, inclusive, acreditava que era "música de corno". "Falava que não gostava de música de corno. Até que aconteceu comigo. Até eu ser corna. Foi uma praga, né? Estava cantando debaixo de uma árvore perto de casa e chegou um cara e falou: 'você já pensou em cantar sertanejo? Fazer uma dupla? Eu tenho uns contatos em Goiânia. A gente pode fazer'. Eu falei: 'nunca pensei não. Não gosto de sertanejo. Não vou cantar sertanejo de jeito nenhum'. Ele virou para mim e disse: 'um dia você vai levar um chifre e você não vai só cantar sertanejo. Você vai compor sertanejo. Vai ser das mais sofridas. E aconteceu. Igualzinho'", lembrou.

 

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade