2 eventos ao vivo

Marcelo Rezende critica José Mayer e faz alerta à TV Globo

Apresentador do 'Cidade Alerta' ainda reprovou as declarações consideradas machistas de Oscar Magrini

6 abr 2017
11h56
atualizado às 12h48
  • separator
  • 0
  • comentários

No "Cidade Alerta", da Record, na última quarta-feira (5), Marcelo Rezende decidiu se pronunciar a respeito da acusação de assédio contra José Mayer pela figurinista Su Tonani. No programa jornalístico, o apresentador criticou o veterano por culpar "a sua geração" por sua atitude machista. "Ontem, ao olhar (a carta), a segunda coisa que me deu mais aborrecimento (após o assédio) foi o fato (do ator) não reconhecer que ele é o problema. Primeiro ele disse que era influenciado pelo personagem (Tião, da novela 'A Lei do Amor'), para dias depois o próprio Zé Mayer desmentir-se. E na carta que ele escreve diz 'que é um erro da minha geração'. Erro da minha geração uma 'ova'. É um erro seu."

O jornalista lembrou que é da mesma geração de Mayer, mas suas atitudes são diferentes do artista, que foi suspenso das próximas novelas da TV Globo. "Eu pertenço a sua geração, trabalhei por 23 anos na empresa onde o senhor trabalha, talvez com tanta 'banca' ou mais, e nunca assediei ninguém. Agora, se esconder mais um vez, dizendo que a sua geração é machista, talvez tenha sido na sua casa, porque na minha casa eu fui criado como um homem, com respeito à mulher, sabendo o limite de onde chegar, sabendo ser elegante, educado. Então, pelo menos uma vez na sua vida, diante de tantos erros, diga assim 'eu sou o errado'. E ponto. Porque você não tem o limite de saber respeitar as mulheres."

Em outro momento, Rezende lamentou que Oscar Magrini tenha dito que "a mulher tem que se colocar para não instigar o outro" durante sua passagem pelo "Encontro com Fátima Bernardes". "E hoje piorou, com um tal de Oscar Magrini, que foi lá e disse que a mulher não pode instigar o homem (...) Quer dizer que a mulher não pode andar de minissaia, que o homem pode 'invadir', avançar a linha? O que precisa é ter ética, moral, respeito, formação de berço."

Para finalizar seu desabafo, Rezende alertou a TV Globo, que cortou as cenas de Mayer em "Senhora do Destino", para tentar diminuir o assunto sobre seu elenco na mídia. "É melhor a TV Globo dar um ponto final nisso, porque vão ver que só tem machistas lá."

Campanha contra assédio sexual conscientiza "na prática"

 

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade