0

Maju é criticada ao vivo após confundir bairros no 'SPTV'

Por conta da interação de telespectadores, a jornalista ouviu reclamações deles enquanto apresentava o programa

16 mai 2017
21h06
atualizado em 17/5/2017 às 09h31
  • separator
  • comentários

Maria Júlia Coutinho foi alvo de críticas ao apresentar a previsão do tempo no "SPTV 2ª Edição" nesta terça-feira (16). Tudo começou quando a jornalista, que teria sido cotada para a bancada do "Jornal Hoje" mas ainda não se sente pronta para o cargo, respondeu a dúvida de uma telespectadora sobre um bairro da Zona Sul de São Paulo.

"A Natalia Soares quer saber a temperatura do Grajaú. É o seguinte, Tramontina, no nosso mapa não temos todos os bairros, mas a gente tem bairro próximo, que é o Campo Limpo, perto do Grajaú, que está com 15 graus. Esta é a temperatura aproximada também do Grajaú. Natalia foi atendida", disse a especialista em metereologia, que não descarta engravidar ainda este ano. Mas Maju errou, pois os dois bairros estão a mais 16 km de distância, e foi criticada na web. E, como o telejornal tem interatividade com os telespectadores, Carlos Tramontina, apresentador da edição, leu ao vivo os comentários. "Tem vários reclamando que o Grajaú é longe do Campo Limpo, ao contrário do que falou a Maju. Olha aqui: 'O Grajaú fica mais perto da Capela do Socorro', mas o Marcio falou assim: o Campo Limpo é longe do Grajaú, mas você tem crédito, Maju. Valeu, Marcio!", disse o jornalista.

Maju conta que é rápida na maquiagem: 'Em 20 minutos estou pronta'

Em recente entrevista nos bastidores do programa "Altas Horas", Maju contou que não demora para se arrumar. "Como eu não uso muita maquiagem, eu sou rápida. Em uns 20 minutos estou pronta para a vida", explicou a garota do tempo, que se divertiu com William Bonner quando foi questionada por ele sobre o carnaval de Minas Gerais ao vivo. Questionada se gostaria de voltar no passado, Maju negou: "Gostaria de avançar para ver como vai ser o final dessa história bacana que vivo". E, apesar de ser boa nas previsões metereológicas, ela contou que tem dificuldade ao administrar o relógio. "Sou a garota que cuida do tempo, mas o meu tempo cronológico é sempre corrido", contou a jornalista, que teve ajuda do marido para superar o episódio de racismo sofrido na web.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade