1 evento ao vivo

Maitê Proença faz homenagem ao Ney Matogrosso com maquiagem

Atriz dividiu o palco com Zélia Duncan na 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira

20 jul 2017
10h38
atualizado às 11h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Maitê Proença homenageou Ney Matogrosso ao usar maquiagem semelhante ao do cantor, na 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira, no Teatro Municipal, na noite desta quarta-feira (19), no Rio de Janeiro. Ao lado de Zélia Duncan, a atriz foi a apresentadora do evento marcado por beijo de Laila Garim e Alice Cayymmi e que prestou homenagem ao cantor.

Maite Proenca homenageia Ney Matogrosso com make exotica
Maite Proenca homenageia Ney Matogrosso com make exotica
Foto: O Fuxico

Em um primeiro momento, Maitê surgiu no palco com um tailleur branco e aplique. Depois conduziu a apresentação com figurino idêntico ao intérprete de "Sangue Latino". "Essa maquiagem eu fiz em homenagem ao Ney. Espero que não esteja ridícula", apontou.

Atriz dividiu opiniões na web

Namorada do empresário Eduardo Faria de Carvalho, com quem foi ao casamento de Vik Muniz, rendeu elogios nas rede sociais. "Parabéns pela participação, trabalho e apresentação. Ficou na história", exaltou um.

"Muita presença de palco pra evitar os imprevistos", acrescentou outro citando a atriz, dispensada pela Globo no final do ano passado.

Mas houve quem não gostasse da escolha de Maitê, que pediu R$ 300 mil para atuar em "Apocalipse", novela da Record. "Quem escolheu ela? O estagiário", ironizou um. "Não sabe o que está fazendo", alfinetou outro.

Veja os vencedores da premiação

No segmento MPB, Lenine venceu como Melhor Álbum de MPB ("The Bridge", em parceria com Martin Fondse Orchestra) e Melhor Cantor.

Maria Bethânia levou o prêmio de Melhor Cantora, enquanto o MPB4 conquistou o troféu de Melhor Grupo.

A Melhor Canção foi "Descaração Familiar" (de Tom Zé) e BaianaSystem, de Revelação. Em Canção Popular venceram Elza Soares ("Elza Canta e Chora Lupi"/Álbum), Zezé Di Camargo & Luciano (Dupla), Saulo Duarte e a Unidade (Grupo), Ivete Sangalo (Cantora) e Odair José (Cantor).

Em Pop/Rock/Reggae/Hip-Hop/Funk venceram Tom Zé (Canções Eróticas de Ninar/Álbum), BaianaSystem (Grupo), Maria Gadú (Cantora), Rael (Cantor).

No segmento Samba conquistaram o troféu Pedro Miranda ("Samba Original/Álbum), Roberta Sá (Cantora), Zeca Pagodinho, vítima de recente acidente de quadriciclo (Cantor) e Casuarina (Grupo).

Na categoria Regional ganharam Alberto Salgado ("Cabaça d'Água", Álbum), Rodeio (Grupo), Zé Mulato e Cassiano (Dupla), Alceu Valença (Cantor) e Ana Paula da Silva (Cantora).

Letiers Leite e Orkestra Rumpilezz conquistaram o troféu de Álbum Instrumental por "A Saga da Travessia". Na mesma categoria ganharam Toninho Ferragutti (Solista), Letiers Leite e Orkestra Rumpilezz (Grupo), Letieres Leite (Arranjador) e Giovanni Bianco (Projeto Visual).

Nas categorias especiais os melhores foram "Craca, Dani Nega e o dispositivo tralha" (de Craca e Dani Nega, Álbum Eletrônico), "Os Saltimbancos Sinfônico (da Orquestra Petrobras Sinfônica, Álbum Infantil), "Yentl em concerto" (de Alessandra Maestrini, por Álbum em língua estrangeira), "Ernesto Nazareth integral" (de Maria Teresa Madeira, Álbum Erudito), "Delírio de um romance a céu aberto" (de Zé Manoel, Álbum Projeto Especial) e "Rainha dos raios ao vivo" (de Alice Caymmi, DVD).

Veja também

Modelo dos anos 80 compartilha segredo de maquiagem

 

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade