0

Independência de Meghan e Harry ganha aval de rainha após reunião. Confira!

A Rainha Elizabeth II, avó de Príncipe Harry, confirmou um 'período de transição' para o herdeiro e a mulher, Meghan Markle. Na semana passada, o casal veio a público renunciar dos privilégios de membros sêniores da família real. Apesar de admitir que o neto e a mulher dele continuasse no Reino Unido, a monarca confirmou que os dois irão se dividir entre Canadá e o país europeu.

13 jan 2020
17h56
  • separator
  • 0
  • comentários

A decisão de Meghan Markle e Príncipe Harry de deixar parte dos privilégios da realeza britânica e ter uma vida mais autônoma ganhou um novo capítulo: nesta segunda-feira (13), depois de se reunir em caráter de urgência com demais integrantes da família real, a Rainha Elizabeth II , avó do ruivo, se posicionou. Inicialmente, a monarca caracterizou o pedido por uma mais independente como "assuntos complicados" que "levam tempo para serem trabalhados". Agora, entretanto, Elizabeth se mostrou mais compreensiva. "Hoje minha família teve discussões muito construtivas sobre o futuro do meu neto e da família dele. Nós apoiamos inteiramente o desejo de Harry e Meghan de criar uma nova vida como uma jovem família", iniciou.

Rainha admite que preferia Harry na realeza

No novo comunicado, a avó de Harry e William afirmou que a novidade não era seu desejo inicial, mas buscou apoiar o neto mais novo. "Embora tivéssemos preferido que eles continuassem como membros da família real em período integral, respeitamos e entendemos seu desejo de viver uma vida mais independente como família, enquanto permanecem uma parte valiosa da minha família", ponderou a rainha da Inglaterra. Elizabeth II indicou ainda que o casal, cujo orçamento tem 5% coberto pelos contribuintes ingleses, quer se tornar financeiramente mais livre: "Harry e Meghan deixaram claro que não querem depender de fundos públicos em suas novas vidas".

'Período de transição', afirma Rainha Elizabeth sobre mais viagens ao Canadá

A monarca citou ainda a divisão do tempo do casal entre o país onde reside e Canadá, onde eles comemoraram as festas de fim de ano com o filho, Archie. "Foi, portanto, acordado que haverá um período de transição em que os Sussexes passarão tempo no Canadá e no Reino Unido", dizia o comunicado. Finalmente, Rainha Elizabeth II não deu o assunto como encerrado: "Esses são assuntos complexos para minha família resolver e há ainda mais trabalho a ser feito".

Irmãos negam relação estremecida: 'Reportagem falsa'

Uma fonte indicou ao jornal "The Times" que a mudança proposta por Harry e Meghan tinha sido tomada, em grande parte, por conta das atitudes de William. Em uma nota conjunta, os filhos de Charles negaram. "Apesar das negativas, uma reportagem falsa foi publicada em um jornal do Reino Unido nesta segunda especulando sobre a relação entre o duque de Sussex e o duque de Cambridge", indicou. A outro veículo, entretanto, o marido de Kate Middleton se posicionou: "Eu sempre abracei meu irmão durante toda a nossa vida. Não posso mais. Agora, somos entidades separadas".

(Por Marilise Gomes)

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade