0

Hugo Bonemer fará Ayrton Senna em musical

Ator teve ajuda do sobrinho do piloto, mas descarta contato com Xuxa e Adriane Galisteu, ex-namoradas do piloto, para compor papel

14 set 2017
12h39
atualizado às 14h45
  • separator
  • comentários

Hugo Bonemer dará vida ao piloto Ayrton Senna nos palcos. Em conversa com o Purepeople, o ator brinca que não pode dar "spoilers", mas afirma: "Não será uma biografia, e sim uma homenagem." Na busca por informações sobre o piloto, já que era muito criança quando ele morreu - o ator estava com 6 anos em maio de 1994 -, Hugo descarta a necessidade de recorrer a Xuxa Meneghel e Adriane Galisteu, ex-namoradas do atleta e consideradas rivais na época. "Não estou procurando polêmica. Estou atrás de conhecer mais e entender melhor sobre ele", esclarece o artista, admitindo certo nervosismo para mergulhar nesse trabalho: "estou apavorado! Porque eu era muito pequeno quando ele morreu. Não me lembro muito dele correndo, mas lembro claramente da sua morte."

Na busca de conhecer melhor a essência do tricampeão de Fórmula 1, Hugo procurou Bruno Senna, sobrinho de Ayrton: "o encontrei quando ele estava de férias em São Paulo e achei muito generoso da parte dele aceitar me encontrar, pois mora fora do Brasil e quando vem, quer rever a família, os amigos. Nós passamos uma tarde no autódromo de Interlagos, andamos de kart para eu me ambientar com a rotina de um piloto profissional e ainda conversamos sobre como era o Senna." Com estreia prevista para 10 de novembro, no Teatro Riachuelo, Centro do Rio, o espetáculo conta com 30 atores, selecionados entre 300 inscritos.

Hugo afasta qualquer tentativa de semelhança com o piloto e avisa que esse não é o propósito de ter sido selecionado para o papel: "não pareço fisicamente com ele, isso é mais uma questão do cinema. Se alguém for ao teatro e ver o Ayrton Senna o tempo todo, acho que estarei errando feio. Mas, se por um segundo, me olhar e sentir a parte gostosa da saudade, é porque acertamos." As músicas, ele acrescenta, são todas originais e de autoria de Claudio Lins, integrante do "PopStar", que teve André Frateschi como vencedor. Já a direção musical fica a cargo de Felipe Habib e do espetáculo, de Renato Rocha. "Nunca trabalhei com alguém que já existe, que está no imaginário. É da história recente. E além disso as pessoas que conviveram com ele podem vir assistir. Mas estou confiando muito na equipe, estou seguro", garante ele, ainda sem detalhes sobre mudança de visual. "Mas não quero que seja uma mera imitação, esse trabalho exige muita sensibilidade e respeito", frisa.

Morando no Rio de segunda a quinta, e ensaiando para o musical, o primo de William Bonner ainda divide os palcos com o Daniel Rocha de sexta a domingo em São Paulo com a peça "Frames", no Teatro Morumbi Shopping. Hugo, que além de ator também já foi apresentador, afirma que adora essa rotina agitada e faz trocadilho com a sua idade: "estou me virando nos 30! (risos) Mas a peça 'Frames' é um grande sonho porque é a minha primeira produção. Retrata quatro histórias ambientadas em um mesmo dia em uma cidade grande e permite o público ter diferentes interpretações do que está acontecendo. O objetivo é que as pessoas saiam de lá com a ideia de que tudo bem se alguém que está ao meu lado pensar de uma forma diferente da minha. Esperamos estimular a generosidade das pessoas".

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade