0

Foco na dieta: nutricionista Patricia Davidson dá dicas para evitar armadilhas

Já ouviu falar em 'sabotadores' de dieta? Segundo a nutricionista Patricia Davidson, eles são os desajustes que atrapalham a alimentação regrada ao longo da semana. Falta de planejamento, compulsão alimentar e imediatismo na obtenção de resultados estão entre alguns desses fatores. 'Se você não sabe aonde quer chegar, é melhor nem começar', afirma a profissional

12 ago 2019
16h08
  • separator
  • 0
  • comentários

Qual dieta emagrece mais? Antes de decidir sobre as opções entre low carb, cetogênica, jejum intermitente, método aprovado por profissionais, ou outro tipo de dieta, é importante destacar que resistir às tentações, planejar um cardápio saudável e evitar alimentos repetitivos são a chave para manter o foco rumo ao emagrecimento, alerta Patricia Davidson. "Se você falha em planejar, você já está planejando falhar", afirma a nutricionista de famosas como Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa. Em live promovido no Instagram, a profissional listou os principais "sabotadores" da dieta e explicou como superá-los, mantendo o foco no processo. Confira!

Dieta low carb, cetogênica ou jejum intermitente?

Ter uma meta bem definida e saber aonde quer chegar são os primeiros passos para obter sucesso em uma nova dieta, seja ela cetogênica, low carb ou alguma outra variação da moda. "Se o seu objetivo é perder peso, em quanto tempo você quer perder?", questiona Patricia. Além de planejar o cardápio do dia a dia, a nutricionista vai além: ela sugere que os pacientes especifiquem dia, mês e ano para visualizarem melhor o tempo restante e se dedicarem completamente ao objetivo final.

Nutricionista dá dica ao comprar os alimentos para dieta

"Nós, naturalmente, adoramos seguir musas fitness e pessoas que falam sobre gastronomia, mas tem muita gente que faz isso de maneira empírica nas redes sociais", aponta. Por isso, é fundamental procurar um profissional da saúde para descobrir o que funciona melhor para cada organismo e transitar entre diferentes possibilidades. E, na hora de comprar a comida no supermercado, Patricia dá uma dica fácil de ser seguida: olhar o rótulo e procurar os alimentos que tenham menos ingredientes listados. Essa é uma garantia de que eles serão mais saudáveis e com menos aditivos químicos.

Comer a cada 3 horas? Patrícia Davidson discorda

Defensora do jejum intermitente, adotado por atrizes como Juliana Paes para perder peso e controlar o apetite, Patricia é categórica em relação ao hábito de se alimentar em intervalos pequenos de tempo. "Alguém, em algum momento, disse pra gente que comer de 3 em 3 horas aceleraria nosso metabolismo. Hoje, nós vemos mais resultados em pessoas que comem menos vezes ao dia", afirma a nutricionista. Quanto mais se come, maior a vontade de comer. A dica também se estende para as beliscadas em pratos alheios. Para quem tem filho em casa e costuma comer as sobras dos pequenos, o ideal é diminuir a prática e também regular a alimentação das crianças.

O que comer no fim de semana: abacate, queijos, nozes e mais!

O mesmo cuidado dedicado à alimentação de segunda à sexta deve ser mantido no fim de semana. Bebidas alcoólicas não são proibidas, mas requerem atenção redobrada: a nutricionista aconselha diminuir a quantidade de comida calórica (pães e sobremesas, por exemplo) nas refeições como forma de equilibrar a ingestão das "quilocalorias líquidas". Para os apaixonados por doce, a dica é investir em proteínas e gorduras boas. Algumas opções são frango, carnes, queijos, omelete, abacate, nozes, castanhas e óleo de coco. Recorrer a esses alimentos ainda evita o desenvolvimento de intolerância causado por uma rotina monótona e baseada em glúten, derivados do leite, fermentados e milho.

(Por Bruna Vilar)

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade