1 evento ao vivo

Fabiana Karla emagrece 20 kg com dieta em sachê

A atriz é protagonista do filme 'Lucicreide vai a Marte', que teve cenas gravadas na Nasa

12 mar 2018
19h06
atualizado em 13/3/2018 às 07h49
  • separator
  • comentários

Fabiana Karla vai protagonizar o longa "Lucicreide vai para Marte", para o qual gravou cenas em gravidade zero na Nasa, nos Estados Unidos. E, para o trabalho, também perdeu medidas. "Em um mês, eu perdi quase 11 quilos e depois vim perdendo menos devido as minhas viagens. Até agora já perdi uns 20. É um método eficaz, brinco que é a dieta do astronauta", conta a atriz, três manequins mais magra, ao Purepeople . Ativa na luta pelo empoderamento e contra o bullying, Fabiana acrescenta que a dieta não teve uma razão estética: "Não me vejo bonita se estou muito magra. Já tive 60 quilos, mas me sinto hoje representando mais essas meninas que se inspiram em mim, pedem conselhos, perguntam das roupas que uso. Vivo em uma busca constante de saúde".

Endocrino explica nome curioso: 'Em sachê'

Beatriz Ohana, endocrinologista responsável pela perda de peso de Fabiana, explica mais sobre a dieta. "O nome dieta da Nasa ou do astronauta se popularizou devido aos produtos em forma de sachês, que, misturados à água, viram refeições muito gostosas já que foram elaboradas pensando no paladar do brasileiro, que é diferente do europeu", afirma a médica, fellow em Endocrinologia pela Cleveland Clinic (EUA) e formada em Nutrologia pela Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Segundo a especialista escolhida pela atriz, homenageada pelos filhos no "Tamanho Família", o processo de emagrecimento se divide em seus fases: "As primeiras três fases são as mais restritas. A fase 1 contém aproximadamente 600 calorias e nela são permitidos legumes e verduras no almoço e jantar, além dos produtos Dietkal em todas as refeições. A fase 2 tem aproximadamente 700 calorias e, além dos vegetais no almoço e jantar, se inclui uma proteína animal no almoço, como carne de boi, frango, peixe ou ovos. A fase 3 possui aproximadamente 800 calorias e almoço e jantar já possuem proteínas animais com vegetais. Nas fases seguintes, vão sendo incorporados carboidratos e gorduras até chegar numa dieta de reeducação alimentar".

Fim da dieta coincide com reeducação alimentar

A médica conta ainda como o paciente muda dos alimentos em sachê para uma nova rotina alimentar. "A reintrodução dos carboidratos é feita de forma gradativa, a partir da fase 4, para que haja uma adaptação do organismo e para que se mantenha a perda de peso. A partir disso, existe uma reintrodução gradual de alimentos até chegar à reeducação alimentar. As atividades físicas são indicadas desde as fases iniciais e vão aumentando progressivamente de intensidade e duração à medida que a dieta evolui", sinaliza Beatriz.

Veja também:

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade