2 eventos ao vivo

'Espelho da Vida': André conta a Alain que Danilo é inocente na morte de Júlia

Nos útlimos capítulos da novela 'Espelho da Vida', Alain (João Vicente de Castro) descobre que Cris (Vitória Strada) é a encarnação atual de Júlia (Vitória Strada) e que a jovem do século passado não foi morta pelo pai de seu filho, Danilo (Rafael Cardoso). Dora (Alinne Moraes), Gustavo Bruno (João Vicente de Castro) e Eugênio (Felipe Camargo) vão gravar desfechos onde aparecem como assassinos da garota

15 mar 2019
21h49
  • separator
  • comentários

Os últimos capítulos da novela "Espelho da Vida", Alain (João Vicente de Castro) vai confirmar suas suspeitas que Danilo (Rafael Cardoso) não matou Júlia Castelo (Vitória Strada). A revelação vai ser feita por André (Emiliano Queiroz), filho dos mocinhos do século passado, pouco antes de perder a vida. A sequência irá ao ar no dia 22, antecipa o colunista de TV Daniel Castro nesta sexta-feira (15). A trama espírita das seis chega ao fim no dia 1º de abril, uma segunda-feira. Com essa informação em mãos, o diretor de cinema decide dar um novo desfecho ao filme "Amor Infinito", que retrata a vida de Júlia e chegou a ser protagonizado por Cris (Vitória Strada), reencarnação da garota.

Alain descobre que Júlia reencarnou como Cris

Quando estiver na mansão de Júlia, Alain vai ver pela primeira vez o rosto da jovem através de uma pintura e descobrir que sua ex-noiva é a encarnação atual da filha de Piedade (Julia Lemmertz) e Eugênio (Felipe Camargo). A descoberta vai deixar o cético cineasta em choque. E ele só se acalma porque André e Vicente (Reginaldo Faria), em espírito, seu avô, entram em cena. Vai ser o filho de Júlia e Danilo que sugere a Alain passar por uma regressão. Ao mesmo tempo, o pai de Priscila (Clara Galinari) afirma que o amor que o pintor sentia pela garota o isenta do assassinato da jovem. Enquanto isso, no século XX, Danilo deixa a cadeia com a ajuda da mãe, Hildegard (Irene Ravache) e corre atrás de Júlia.

Novela vai gravar 3 finais envolvendo Dora, Gustavo e Eugênio

Ainda presa nos anos 1930 desde que Isabel (Alinne Moraes) arrebentou o espelho mágico, Cris só vai voltar do século passado quando Daniel (Rafael Cardoso) achar um novo portal. Quando ficarem frente a frente, a atriz e o fotógrafo vão se apaixonar e terão um final feliz no folhetim espírita. Ao retornar aos dias atuais, Cris já vai saber quem matou Júlia. Segundo a publicação serão gravados três desfechos. Em um deles, a assassina da jovem é Dora (Alinne Moraes), sua rival. No segundo, é Gustavo Bruno (João Vicente de Castro), noivo de Júlia, por quem foi traído. E no terceiro, o próprio pai de Júlia: Eugênio (Felipe Camargo), sequestrador de André, seu neto. Apesar dessas três gravações, não é certo que um deles é o criminoso. Por fim, a novela vai mostrar ainda detalhes da vida de Beatriz (Vitória Strada), a reencarnação anterior de Júlia e igualmente morta com um tiro no peito. Nessa outra vida, Danilo/Daniel foi um soldado.

Leia também sobre a novela "Verão 90": Duque manda matar a mulher, Vanessa e Jerônimo, e Manuela beija João, traindo Jerônimo

(Por Guilherme Guidorizzi)

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade