0

Humoristas defendem Gentili após condenação: "perigoso"

Danilo Gentili foi condenado a 6 meses de reclusão em regime semiaberto por injúrias à deputada federal Maria do Rosário. O entrevistador recebeu o apoio de amigos. 'Muito perigoso um político que exige que você apague seus comentários', disse Fabio Porchat. 'O humor que ajuda a ganhar consciência foi penalizado', completou Tom Cavalcante. Em sua rede, Gentili agradeceu apoio recebido: 'Nunca esquecerei'

11 abr 2019
12h12
atualizado às 13h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Danilo Gentili reagiu com bom humor e foi apoiado após ser condenado a seis meses e 28 dias de detenção em regime semiaberto por injúria contra Maria do Rosário, deputada federal do PT. O entrevistador, no entanto, poderá recorrer em liberdade da decisão tomada pela 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo. O processo teve início em 2016 quando o apresentador do SBT insultou a deputada. Em seguida, rasgou a notificação judicial que o convocava e levou os papéis à cueca, alegando ser ele quem paga o salário da parlamentar. Ao compartilhar notícias de sua condenação, Danilo chegou a recorrer ao ministro da Justiça Sérgio Moro. "Me ajuda aí, irmão. Fico devendo uma", escreveu. "Prender não adianta nada. Sou apenas uma vítima da sociedade", acrescentou se referindo à deputada. "Fui condenado porque rasguei a censura estatal que ela me enviou. Não tem nada a ver com chamar isso ou daquilo", explicou o entrevistador.

O apresentador e humorista Danilo Gentili.
O apresentador e humorista Danilo Gentili.
Foto: Instagram/@danilogentili / Estadão Conteúdo

'Perigoso', definiu Fabio Porchat ao defender Danilo

Ao Purepeople, a assessoria da emissora paulista esclareceu: "O SBT não comenta sobre atitudes pessoais de seus colaboradores e o programa The Noite permanece no ar". Anteriormente condenado a pagar uma multa de R$ 2 milhões para a Band, sua antiga emissora, foi defendido nas redes sociais por colegas como Fabio Porchat. "Muito perigoso um político que exige que você apague seus comentários. A não ser que eles sejam criminosos, eles podem ter o teor que for. Goste ou não do conteúdo do que o Danilo Gentili falou ou fez, ele tem o direito de fazer. Vivemos tempos sombrios", frisou.

'Perde a livre expressão', afirmou Marcelo Tas

Outros famosos também apoiaram o humorista. "Fim da liberdade de expressão? Alô, rapaziada, vamos subir a tag 'Danilo Livre!", pediu o cantor Lobão. "No Brasil, políticos tem imunidade contra processos; ao mesmo tempo que comediantes e jornalistas são processados por políticos. Quem perde é a livre expressão", acrescentou Marcelo Tas. "Apoio completamente tua atitude de rasgar, passar no saco e mandar enfiar no r***. A imunidade dos políticos os permite a fazer coisas muito piores!!!", disparou Oscar Filho. "O humor que ajuda a ganhar consciência foi penalizado. Gentili, comediante na prisão? Esgotaram-se as tratativas, diálogo entre as partes para tão grave crime? Acredito na justiça e torço para que esse mal entendido seja corrigido!", apontou Tom Cavalcante.

Humorista agradeceu apoio nas redes sociais: 'Nunca esquecerei'

Danilo se pronunciou ainda no Instagram. "Ao público e aos jornalistas, comediantes e artistas que após a minha condenação à prisão manifestaram apoio à liberdade de expressão: muito obrigado! Nunca esquecerei disso", afirmou. "Aos comediantes e artistas que pedem liberdade para político criminoso, dão chilique contra uma hipotética repressão futura mas agora estão bem quietinhos: muito obrigado também, por provarem que o meu ponto de vista é verdadeiro. Politicamente correto não é sobre o que se fala ou faz e sim sobre quem fala ou faz", completou o entrevistador. Essa não é a primeira vez que o entrevistador se vê envolvido em polêmicas. Danilo já chamou uma internauta de "gorda" após ser criticado e prestou depoimento à Justiça por conta de acusação de racismo. Em outra situação, acabou absolvido ao oferecer uma banana para um negro.

(Por Guilherme Guidorizzi)

PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade