0

Beyoncé + Balmain: marca põe à venda moletom usado pela cantora no Coachella

A parceria entre Beyoncé e Olivier Rousteing, diretor criativo da grife francesa Balmain, parece estar rendendo frutos. Depois de a Balmain criar para a cantora seu figurino no festival Coachella, os dois lançam, juntos, o modelo de moletom que Bey usou sobre o palco do festival que aconteceu em abril, na Califórnia. A venda das peças será revertida para uma causa beneficente

11 jul 2018
16h00
atualizado às 17h39
  • separator
  • comentários

Responsável pelos icônicos figurinos de Beyoncé no festival de música Coachella, em abril deste ano, a Balmain anuncia a venda de dois dos modelos dos moletons que a diva vestiu sobre o palco. Como na turnê 'OTR II', os looks usados pela diva sobre o palco prometem gerar desejo. As peças estarão à venda a partir de 13 de julho na flagship da marca em Paris e, no dia seguinte, estarão disponíveis online. Os itens terão versões em rosa choque, tendência nas passarelas na semana de alta-costura, e em amarelo vibrante. Além do moletom, serão lançadas também camisetas com estampas similares. Com tiragem limitada, os moletons serão vendidos por US$1.790. As t-shirts custam cerca de US$ 290.

Venda revertida a fundo de apoio financeiro a estudantes negros

A venda das peças feitas na parceria entre Balmain, marca que vestiu J-Lo para Met Gala, e Beyoncé tem ainda um propósito beneficente. Uma parte dos lucros obtidos com os moletons será destinada ao United Negro College Fund, fundo que oferece apoio financeiro a 37 instituições de educação e bolsas de estudos a estudantes negros. À época do Coachella, Bey já havia anunciado a doação de aproximadamente R$ 340 mil (U$ 100 mil) em bolsas para jovens negros.

Looks com referência na cultura afro-americana e visual Nefertiti

A parceria entre a cantora e a Balmain não é nova. Foi Olivier Rousteing, diretor criativo da marca quem criou os looks usados pela diva pop em sua apresentação, chamada de "Beychella", no lendário festival que acontece na Califórnia. Além dos moletons, Bey vestiu looks com referências à antiga mitologia egípcia, à cultura afro-americana e à história da música negra. No look mais icônico, a cantora vestiu um manto dourado inspirado em Nefertiti. A rainha egípcia já havia inspirado coleção de roupas lançada por Beyoncé.

Dívida com a inspiração vinda das universidades negras

"Depois de travar essa linda parceria, não poderíamos deixas de dar um toque final perfeito", disse o designer Olivier Rousteing à revista americana "Dazed and Confused". "Esta coleção de moletons e camisetas, baseada em looks-chave do nosso trabalho no Coachella, responde à nossa necessidade de pagar uma dívida óbvia pela inspiração que recebemos do espírito e legado das faculdades e universidades historicamente negras da América.", completou

Uma publicao compartilhada por Beyonc (@beyonce) em

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade