3 eventos ao vivo

8 looks curtinhos das passarelas do São Paulo Fashion Week

Depois de um período de reinado dos vestidos mídi e longos, os looks curtinhos fazem seu retorno na moda e trazem, nesta temporada, um pé nos anos 80. Os vestidos curtinhos estão de volta com volumes localizados, ombros em evidência, balonês, babados e muitas pernas de fora. Confira o que vai bombar na próxima temporada para já ir se inspirando e colocando em prática.

6 nov 2018
16h44
  • separator
  • comentários

Depois de uma temporada de reinado de vestidos longos e mídi, eis que os curtinhos ganham, novamente, destaque nas passarelas. Nas semanas de moda internacionais (Nova York, Londres, Milão e Paris) os modelos mais consagrados têm um pé nos anos 80 e vêm em formatos esculturais, com volumes localizados, cintura e/ou ombros marcados trazendo uma imagem poderosa para as mulheres. A trend vem trazendo de volta algumas características que não víamos há muito tempo. A alfaiataria vem, desta vez, com ombros mais volumosos e marcados, as cores estão mais vibrantes (atenção à tendência neon) e os comprimentos, agora, encurtaram.

Os looks nacionais têm mais malemolência

Nas passarelas nacionais essa imagem de mulher poderosa vem menos rígida e traz mais feminilidade e fluidez que os looks da Balmain ou da nova Celine (depois da entrada do designer Hedi Slimane), por exemplo. É que a malemolência tem mais a ver com o DNA nacional, apesar de os vestidos esculturais valorizarem, também, o corpo da brasileira, que costuma ter cintura mais fina e quadril mais largo.

Ombros e cintura em evidência

Os ombros em evidência aparecem, por exemplo, no look vermelho de João Pimenta, que traz um formato em "A" em material mais estruturado, o que traz contemporaneidade ao look. Já a cintura marcada aparece em looks de diferentes estilos. A PatBo, por exemplo, tem a feminilidade em seu DNA em trouxe looks com apostas nos babados e na pegada artesanal com um mood bem tropical, uma das tendências exploradas nessa estação. Já o visual em estilo western, outra das principais apostas da vez, apareceu nas passarelas da Lilly Sarti, da Modem e da Bobstore (entre outras). Modem e Bobstore (ambas levam a assinatura dos mesmos designers) apostaram no couro para criar looks com um pé no velho oeste e com cintura marcada, que prometem ser sucesso quando o inverno chegar. A Lilly Sarti misturou ainda o estilo western a outras das trends da vez, o animal print e as franjas.

Street wear continua sendo tendência

Já o street wear, tendência entre as mais exploradas já faz algumas temporadas, apareceu no moletom de Victor Hugo Matos, que apostou ainda no balonê, outro recurso que teve retorno nesta temporada. O look, montado com agasalho e microssaia, tem tudo para ser hit entre as mais jovens. Já a Ratier investiu em um modelo de agasalho quebra-vento oversized, formando um vestido esportivo cheio de versatilidade.

(por Deborah Couto)

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade