6 eventos ao vivo

Maraisa revela que sofre de alopecia androgenética

Mais comum em homens, doença deixa falhas no couro cabeludo. Entenda mais sobre a condição que afeta a cantora Maraisa, dupla com Maiara.

16 fev 2021
11h56
atualizado às 12h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Maraisa, dupla com Maiara, surpreendeu ao revelar que convive com alopecia androgenética. Em conversa com os fãs nas redes sociais, a cantora falou sobre sua condição e mostrou as falhas no cabelo causadas pela doença.

Maraisa_cabelo_curto
Maraisa_cabelo_curto
Foto: Alto Astral

Com os fios mais curtos para tratar a condição, a famosa comentou que também está dando um tempo no uso de apliques.

Foto: : Reprodução / Instagram / Alto Astral

Segundo a dermatologista do Hospital Santa Catarina, Dra. Rafaella Caruso, existem diversas manifestações e causas da doença, mas é importante diferenciar entre a cicatricial, na qual ocorre a destruição do folículo, e a não cicatricial, quando pode ocorrer uma recuperação.

A alopecia androgenética, conhecida como calvície, é causada por fatores genéticos relacionados à taxa de testosterona no sangue, logo, mais comum em homens. Nesse caso, Rafaella explica: "Os fios sofrem um processo de afinamento, temos uma diminuição no número de folículos e o paciente sente que está ficando com cada vez menos cabelo".

No caso da mulher, a ação dos hormônios femininos, estrógeno e progesterona, protegem os folículos da ação da testosterona. Além disso, a produção deste hormônio é em quantidade bem reduzida em relação aos homens.

O principal sinal indicativo da alopecia é a perda de mais de 100 fios de cabelo por dia ou quando é possível visualizar facilmente o couro cabeludo em determinadas partes da cabeça, geralmente são falhas circulares, meio ovaladas.

Algumas causas comuns são: uso de medicamentos, estresse, produtos químicos, má alimentação, herança genética, menopausa, doenças e condições subjacentes.

"Tem alguns gatilhos emocionais. Estresse emocional é sempre muito citado. Esses gatilhos podem desencadear ou progredir a doença", complementou a médica dermatologista.

Por fim, vale ressaltar que nesses casos a avaliação médica é imprescindível para identificar a doença e realizar o tratamento mais adequado de acordo com o quadro do paciente.

Além da sertaneja, Lucas Penteado, ex-BBB 21, também possui a condição no couro cabeludo.

Veja também:

 

Alto Astral
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade