8 eventos ao vivo

Kris Jenner é processada por assédio sexual e discriminação

Informações sobre o processo foram reveladas por uma revista; advogado da empresária nega as acusações

1 out 2020
16h49
atualizado às 16h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A empresária Kris Jenner, líder da família Kardashian, está sendo processada nos Estados Unidos por um ex-segurança por assédio sexual e discriminação. As informações foram reveladas nesta quinta-feira, 1, pela revista People.

Ex-segurança processa Kris Jenner por assédio sexual e discriminação
Ex-segurança processa Kris Jenner por assédio sexual e discriminação
Foto: Reuters

A revista teve acesso a alguns documentos do processo, em que o segurança, que se identifica como um homem negro chamado Marc McWilliams, diz que foi vítima de assédio sexual, discriminação racial, discriminação de gênero e demissão por razões ilegais. Kourtney Kardashian, filha mais velha de Kris, também está como ré no processo.

Segundo os documentos, Kris Jenner teria "iniciado um padrão de conduta envolvendo contato físico não consensual [com McWilliams] de natureza sexual e inapropriada". Também é dito que essa situação começou a partir de maio de 2017 e terminou em setembro de 2018.

Procurado pela revista, o advogado de Kris Jenner e Kourtney Kardashian disse que elas "negam veementemente as acusações completamente falsas" feitas pelo ex-segurança, que seriam "contrárias a fatos de fácil confirmação". Segundo ele, Kourtney é citada no processo, mas não é acusada de nenhum comportamento inapropriado.

Na acusação, o segurança diz que Jenner tentava causar "contato físico íntimo" com o segurança, e fazia comentários de natureza sexual de "forma regular". O homem teria feito reclamações para a empresa que o empregava, mas não houve mudança.

Ele também teria dito para Jenner que não consentia com as ações, mas que foi ignorado e sofreu retaliações dela e da empresa após as reclamações. As retaliações incluíram a redução das suas horas de trabalho e a suspensão de sua atuação como segurança de Jenner.

Segundo o advogado da família, o ex-segurança sofreu punições no trabalho depois de ser "pego repetidas vezes dormindo em seu carro durante o trabalho", e que o homem não teria feito reclamações sobre Kris para a empresa, fazendo as acusações apenas um ano depois. O advogado também informou que a família pretende processar McWilliams por acusação maliciosa.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade