PUBLICIDADE

James Hampton (1936-2021)

8 abr 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/MGM / Pipoca Moderna

O ator James Hampton, conhecido por seus papéis nas comédias "O Garoto do Futuro" e "Golpe Baixo", pelo qual recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, morreu na quarta-feira (7/4), aos 84 anos, devido a complicações do mal de Parkinson.

Hampton teve uma carreira que durou meio século antes de se aposentar no Texas.

Ele estreou na TV em 1963, com um papel recorrente na popular série de western "Gunsmoke". Foi lá que conheceu e se tornou amigo de Burt Reynolds, então coadjuvante da atração. Os dois trabalharam juntos em "Amor Feito de Ódio" (1973), "Golpe Baixo" (1974), "W.W. e Dixie" (1975) e "Crime e Paixão" (1975). Anos depois, Hampton ainda escreveu e dirigiu vários episódios da sitcom estrelada por Reynolds na rede CBS, "Evening Shade" (1990-1994).

A aparência amável tornou Hampton um coadjuvante por excelência, com participação em filmes como "Quando é Preciso Ser Homem" (1970), "Síndrome da China" (1979), "Hangar 18" (1980), "Condorman, o Homem-Pássaro" (1981), "O Garoto do Futuro" (1985) e "Um Som Diferente" (1990). Ele também foi o prefeito de Miami em "Loucademia de Polícia 5: Missão Miami Beach" (1988).

Sua participação em "O Garoto do Futuro", como o pai do protagonista (vivido por Michael J. Fox em 1985), acabou se tornando seu papel mais conhecido, graças à sua escalação na sequência de 1987 (como tio do novo "teen wolf", Jason Bateman) e até como dublador da série animada, que durou duas temporadas, entre 1986 e 1987.

Na TV, também interpretou o hilário corneteiro surdo Hannibal Dobbs em "F Troop" (1965-1967), comédia passada num "Forte Apache" remoto do Velho Oeste, além de ter aparecido de forma recorrente em "The Doris Day Show" (1968-1973) e estrelado "Maggie", sitcom que teve apenas oito episódios exibidos no final de 1981.

Bom amigo de Johnny Carson, Hampton ainda se tornou um convidado regular no "The Tonight Show", com mais de 30 participações. Também trabalhou nos bastidores da indústria televisiva, escrevendo telefilmes e dirigindo vários episódios de séries de comédias dos anos 1990, como "Grace Under Fire", "Irmã ao Quadrado" (Sister Sister), "Gênio do Barulho" (Smart Guy) e "The Tony Danza Show".

Sua autobiografia "What? And Give Up Show Business?" foi publicado no início deste ano e recebeu críticas positivas.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade