PUBLICIDADE

Ireland Baldwin revela que sofreu estupro na adolescência e realizou aborto anos depois

Filha de Alec Baldwin compartilhou relato no TikTok depois que a Suprema Corte dos EUA derrubou a lei que assegurava direito ao aborto no país

27 jun 2022 - 18h11
(atualizado às 18h33)
Ver comentários
Ireland Baldwin em foto de novembro de 2015. A modelo publicou um relato sobre violência sexual e aborto neste domingo, 26, em seu perfil no TikTok.
Ireland Baldwin em foto de novembro de 2015. A modelo publicou um relato sobre violência sexual e aborto neste domingo, 26, em seu perfil no TikTok.
Foto: Tik Tok

Ireland Baldwin, modelo e filha dos atores Alec Baldwin e Kim Basinger, revelou que sofreu um estupro durante a adolescência e que, anos mais tarde, realizou um aborto. O relato foi feito em um vídeo compartilhado no TikTok neste domingo, 26.

O desabafo da modelo aconteceu dias após a Suprema Corte dos Estados Unidos derrubar a Roe V Wade, precedente legal que dava direito à realização do aborto do país.

"Eu estou compartilhando a minha história agora porque eu quero que outras mulheres se sintam apoiadas e amadas, não importa se elas querem compartilhar as suas [histórias] ou não", disse Ireland.

Em seguida, ela contou que foi violentada sexualmente quando era adolescente: "Eu estava completamente inconsciente quando aconteceu e mudou o rumo do resto da minha vida. Eu não contei para ninguém na época e nem por anos. A única pessoa que sabia era uma enfermeira que cuidou de mim logo depois".

Ireland explicou que guardar esse segredo a fez "perder o controle de sua vida" e que começou a beber demais, frequentar muitas festas e se auto medicar, além de ter se envolvido em relacionamentos e amizades abusivos.

"Vendo tantas mulheres corajosas compartilharem suas histórias me fez pensar sobre como a minha vida seria se eu tivesse engravidado e se tivesse que criar um bebê durante o que eu estava passando nessa época. E lembrando que eu tenho recursos, dinheiro e o apoio que muitas mulheres não têm acesso. Seria simplesmente traumático e impossível", afirmou a modelo.

Depois, a jovem de 26 anos contou que, anos mais tarde, em outro momento de sua vida, tinha um namorado e engravidou. "Naquele período, eu diria que éramos muito infelizes juntos e ele deixou bem claro que nunca queria filhos ou casamento. Ele mal queria estar em um relacionamento sério", lembrou.

"Eu escolhei realizar um aborto porque eu sabia exatamente como era nascer entre duas pessoas que se odiavam. Eu poderia ter tido o bebê e o colocado para adoção? Talvez sim. Talvez não. Mas escolher criar uma criança sem a minha própria segurança financeira e sem o amor e apoio de um parceiro, isso não funcionaria para mim", continuou.

Ireland encerrou seu relato reforçando a ideia de que as mulheres devem ter direito de escolha sobre seus corpos. "Eu escolhi a mim mesma e eu me escolheria de novo. É a sua vida, sua escolha", afirmou.

@irelandshmireland I'm here for you ?? #fyp #roevwade #womensrights ? original sound - Ireland

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Estadão
Publicidade
Publicidade