1 evento ao vivo

Edgar Wright anuncia adiamento de seu novo filme

22 jan 2021
21h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Focus Features / Pipoca Moderna

Apesar de manter uma estratégia bem-azeitada de estreias cinematográficas, que são seguidas, três fins de semana depois, por lançamentos em PVOD (aluguel digital premium), a Universal tem sofrido pressão de alguns cineastas para adiar seus filmes, em vez de colocá-los em cinemas vazios. Edgar Wright é um deles.

O diretor de "Em Ritmo de Fuga" informou nas redes sociais que conseguiu adiar seu próximo filme, "Last Night in Soho", em seis meses. O longa, estrelado por Anya Taylor-Joy ("O Gambito da Rainha") e Matt Smith ("The Crown"), foi remarcado para 22 de outubro.

"Last Night in Soho" foi desenvolvida pela Focus Features, um dos selos da Universal, e tem distribuição internacional do estúdio principal, mas também conta com parceria de produtoras britânicas, como a Film4 e Working Title. O fato de ser uma coprodução pode explicar porque o longa se tornou a primeira dissonância no planejamento da Universal, que festejou ao estabelecer, após anos de rejeição, janelas muito curtas de exclusividade nos cinemas - de apenas 17 dias - , antes da liberar seus títulos para outras mídias (no caso, PVOD).

Wright defendeu o adiamento de seu filme para atingir um público maior nos cinemas.

"Algumas notícias - meu filme mais recente, 'Last Night in Soho', agora será lançado mais tarde neste ano. Sei que alguns de vocês estão desapontados, mas minha esperança é que mais de vocês tenham a experiência que planejamos: no escuro, em uma tela grande, com um público… Vejo vocês no cinema em 22 de outubro de 2021", o diretor tuitou.

"Last Night in Soho" ainda não começou a ser divulgado. O filme gira em torno de uma jovem fashionista que consegue misteriosamente viajar à década de 1960, onde encontra seu ídolo, um deslumbrante aspirante a cantor. Mas a Londres dos anos 1960 não é o que parece e, segundo a sinopse, o tempo começa a desmoronar com consequências sombrias.

O elenco coadjuvante destaca alguns astros icônicos dos anos 1960, como Terence Stamp ("O Lar das Crianças Peculiares") e a falecida Diana Rigg ("Game of Thrones") em sua última performance.

Veja também:

Carla Perez é a rainha do Insta e podemos provar!
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade