PUBLICIDADE

Cinco suspeitos são presos pelo roubo dos cachorros de Lady Gaga

29 abr 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Instagram/Lady Gaga / Pipoca Moderna

Cinco pessoas foram presas em decorrência da investigação do roubo à mão armada dos cachorros de Lady Gaga em 24 de fevereiro, que deixaram seu dogwalker gravemente ferido no hospital. De acordo com informações do Departamento de Polícia de Los Angeles, entre os presos está a mulher que devolveu os cães duas noites depois do crime na esperança de ganhar uma recompensa de US$ 500 mil oferecida pela cantora.

A investigação apurou que os suspeitos não sabiam que Gaga era a dona dos cães roubados. Três dos suspeitos - com idades de 18, 19 e 27 anos - são membros de gangues que roubaram os animais apenas pelo valor de venda da raça. A quarta integrante é a mulher que devolveu os cachorros e o quinto foi identificado como pai de um dos jovens infratores, considerados cúmplices do crime.

O dogwalker e amigo de Gaga Ryan Fischer foi baleado durante o assalto, mas impediu o roubo de um terceiro cachorro e está se recuperando do atentado.

Em seu depoimento, a mulher identificada como Jennifer McBride afirmou que encontrou os cães, chamados Koji e Gustav, e os levou à Estação Olímpica do Departamento da Polícia de Los Angeles para receber a recompensa postada no Instagram pela cantora-atriz. Lady Gaga prometeu pagar quem retornasse os animais roubados, mas a polícia de Los Angeles pediu que ela aguardasse a verificação de antecedentes.

Durante o levantamento, a LAPD identificou que McBride tinha um relacionamento com o pai de um jovem fichado como membro de gangues e assim chegou aos suspeitos.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade