PUBLICIDADE

CCXP começa segunda edição virtual e gratuita

4 dez 2021 02h20
| atualizado às 02h29
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/CCXP / Pipoca Moderna

A Comic Con Experience (CCXP) começa sua edição 2021 neste sábado (4/12), que acontece de forma virtual pelo segundo ano consecutivo devido a pandemia de covid-19. Por conta disso, o evento chega ao público de forma gratuita - mas há um passe especial no valor de R$ 50 que garante conteúdos exclusivos.

A experiência do ano passado aconteceu antes que estúdios como Disney, Netflix e Warner percebessem as vantagens de fazer suas próprias versões de Comic Con virtual por conta própria, sem pagar pedágio para terceiros. E era esperado que esse desenvolvimento afetasse a CCXP. Ela está menor que o costume - com um dia a menos - , sem investimento de Disney e com a seleta participação da Netflix completamente desconhecida até a hora H.

Este detalhe da Netflix reflete como o aspecto virtual também tirou o controle do evento das mãos dos organizadores. Na véspera da estreia, eles ainda informavam a realização de painéis dos quais não tinham informações para passar, deixando subentendido que todas as iniciativas - desde pauta, escalação de convidados e produção - corriam por conta de quem "comprou" o espaço para participar.

Apesar de dividir sua programação em seis palcos virtuais diferentes, para os fãs de filmes e séries a ação se concentra no chamado Thunder Stage/Arena - todos as denominações são, por motivo inexplicado, em inglês. As atrações deste palco foram divididas por marcas. No sábado estão confirmadas Netflix, Globoplay, Crunchyroll, HBO Max, Sony e Paramount. No domingo, MSP (Mauricio de Sousa Produções), Globo Filmes, Amazon Prime Video e Warner.

Entre as participações artísticas mais aguardadas estão as de Keanu Reeves e outros integrantes de "Matrix Ressurections", a presença de Patrick Stewart para falar da série "Star Trek: Picard", Karl Urban por conta de "The Boys", o cineasta Francis Ford Coppola para comemorar 50 anos de "O Poderoso Chefão", Mauricio de Sousa revelando novos projetos, John Cena no clima da série "Peacemaker" (Pacificador) e, segundo comunicado da HBO Max, "uma surpresinha de 'House of Dragons'", o spin-off de "Game of Thrones".

Também estão previstos lançamentos e apresentações de projetos das editoras Marvel e DC, comércio de brinquedos e acessórios geeks, conversas sobre games e e-sports, concurso de cosplay, sorteio de brindes, além de bate-papos e workshops com artistas de quadrinhos - entre eles, o veterano Jim Davis, criador de "Garfield".

Por sinal, a cartunista Laerte é a grande homenageada da edição, fazendo sua participação neste sábado às 15h07, no palco Artists' Valley.

Para este ano, ainda há uma promessa de melhoria na parte tecnológica do evento. A plataforma de acesso foi modificada para favorecer a acessibilidade - um problema na edição de 2020. Com isso, os organizadores esperam poder comemorar um crescimento no número de acessos em comparação ao ano passado - que teve um público total de 1,5 milhão de pessoas.

A transmissão será feita pela plataforma Twitch por meio de 11 canais, que exibirão o que acontece nos diferentes painéis. Mas não haverá acesso gratuito fora do streaming oficial. Quem quiser conferir mais tarde, só tem a opção do ingresso Digital Experience (R$ 50), que, entre outras coisas, dá acesso posterior aos vídeos dos painéis - disponíveis até o dia 5 de janeiro.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade