PUBLICIDADE

Ana Maria Braga é acusada de racismo e xenofobia

Para homenagear os povos de países do leste do continente, a apresentadora resolveu 'imitar' o sotaque

17 jun 2021 13h23
| atualizado às 18h11
ver comentários
Publicidade
Nas redes sociais, os internautas apontaram as problemáticas da 'homenagem'.
Nas redes sociais, os internautas apontaram as problemáticas da 'homenagem'.
Foto: Instagram: @anamaria16 / Famosos e Celebridades

Ao imitar o sotaque de asiáticos durante o "Mais Você" na manhã desta quinta-feira (17), como forma de homenagear os povos de países do leste do continente, como China, Japão, Coreia do Norte e Coreia do Sul, Ana Maria Braga foi acusada de racismo e xenofobia por internautas. 

Ana apareceu ao lado de um integrante da equipe que usava maquiagem e imitiva expressões.
Ana apareceu ao lado de um integrante da equipe que usava maquiagem e imitiva expressões.
Foto: TV Globo/Reprodução / Famosos e Celebridades

Na véspera do Dia da Imigração Japonesa, celebrado em 18 de junho, a repórter Ju Massaoka esteve no bairro da Liberdade, em São Paulo, conhecido pela concentração da população nipo-brasileira e que também contou com a presença de negros ao longo da história. 

Ao encerrar a sua participação, Ju viu a apresentadora e os colegas da produção trocarem a letra "R" pelo "L", em uma tentativa de imitar o sotaque dos asiáticos. Lembrando que o ato é considerado racista e xenefóbico pelos descendentes. Um rapaz com roupas e maquiagens nas cores branca e vermelha, também começou a trocar as letras do nome de Ana que o acompanhou.

Na web, além da expressão, os internautas levantaram outra questão: "Yellow Face", ou seja, quando alguém com outro tom de pele, normalmente branca, pinta o rosto para se caracterizar como uma pessoa de pele amarela. 

Famosos e Celebridades
Publicidade
Publicidade