1 evento ao vivo

Netflix lança neste ano série baseada no jogo Witcher III

O roteiro da série já está pronto e agora o Netflix começou a fase de escolha de atores e da produção.

16 fev 2018
21h10
atualizado em 24/2/2018 às 11h57
  • separator
  • comentários

Considerado um dos melhores games de todos os tempos, The Wicther 3: Wild Hunt, lançado em maio de 2015, já está em fase de produção para ser o novo seriado do Netflix. A produtora Lauren Schmidt Hissrich, responsável pela adaptação do game em forma de série de TV, garantiu que a versão do Netflix será fiel ao período histórico do jogo e não será “suavizado” na televisão.

Foto: Divulgação

Tanto os livros originais do escritor polonês Andrzej Sapkowski quanto o game do estúdio CD Projekt Red são viscerais ao retratar o que seria a Polônia da Idade Média, mas havia uma preocupação dos fãs de que isso fosse “suavizado” no seriado do Netflix. Lauren nega qualquer “suavização”. Ela inclusive estudou a obra de Sapkowski e chegou a citar os livros Blood of Elves, The Last Wish e Sword of Destiny como suas principais fontes de inspiração.

O roteiro da série já está pronto e agora o Netflix começou a fase de escolha de atores e da produção para iniciar as gravações. “É um mundo rico, memorável, é mágico e familiar ao mesmo tempo”, comemorou Erik Barmack, vice-presidente da Netflix.

O próprio Andrzej Sapkowski afirmou estar muito empolgado com o projeto da Netflix, pois ele mantém intacta a identidade da obra original do livro. “É um esforço conjunto que me deixou entusiasmado”, disse Sapkowski, que não era entusiasta de videogames até que seu livro virou um jogo de sucesso.

O escritor polonês será consultor de criação do seriado junto com Sean Daniel (A Múmia, Ben-Hur, The Expanse) e Jason Brown (The Expanse), que serão os realizadores. Os efeitos visuais da série serão feitos pela Platige Image, também polonesa.

Ainda não foi anunciada a data de lançamento do seriado, mas estima-se que no segundo semestre  já teremos algo concreto.

Geek

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade