O que é a DLSS da Nvidia? 5 jogos que aproveitam a tecnologia

Saiba o que é DLSS, a tecnologia exclusiva da Nvidia que renderiza gráficos com qualidade, consumindo menos recursos de hardware

2 abr 2021
0comentários
Publicidade

O DLSS é um recurso exclusivo das placas de vídeo Nvidia de última geração, que usa deep learning para renderizar gráficos de última geração e entregar uma performance sem perda de quadros por segundo, exigindo menos do hardware de seu PC . Entenda como o DLSS funciona e conheça 5 jogos que usam o recurso.

Fortnite é um dos jogos compatíveis com DLSS
Fortnite é um dos jogos compatíveis com DLSS
Foto: Divulgação/Epic Games / Tecnoblog

O que é?

DLSS é a sigla em inglês para Deep Learning Super Sampling, ou Super Amostragem com Aprendizagem Profunda em português. Trata-se de uma tecnologia de upscaling proprietária da Nvidia, usada por suas placas de vídeo mais recentes, que eleva a resolução de uma fonte (no caso, um jogo) em tempo real, usando deep learning, uma técnica de aprendizado de máquina faz a modelagem de várias fontes de dados, com várias camadas de processamento.

Na primeira geração (DLSS 1.0), a tecnologia era voltada para buscar um equilíbrio entre melhores imagens e mais quadros por segundo, focando primeiramente no desempenho. Isso era conseguido através de uma técnica de reconstrução de imagens, que simula um frame usando menos pixels.

No modelo original, a rede neural é treinada para reconhecer uma cena de um jogo, e então a mesma cena é renderizada com menos pixels. O software então tem a tarefa de reconstruir a imagem usando o que aprendeu, de modo a economizar poder de processamento. Ela foi introduzida em conjunto com o ray tracing, que visa entregar efeitos de luz, sombra e reflexos realistas em jogos.

Em contrapartida, o DLSS 1.0 era limitado a poucos títulos, que deveriam ser treinados pelo software individualmente de forma prévia, para o recurso funcionar.

Demonstração de jogo com DLSS 2.0 desligado (esq.) e ligado (
Demonstração de jogo com DLSS 2.0 desligado (esq.) e ligado (
Foto: Divulgação/Nvidia / Tecnoblog

A partir do DLSS 2.0, a Nvidia empregou uma técnica que usa os núcleos Tensor Core das placas RTX com mais eficiência, garantindo não só uma maior taxa de quadros, mas a mesma qualidade de imagem do que seria possível entregar, se um quadro fosse renderizado de fato pixel por pixel, e usando menos recursos que o DLSS 1.0

Por fim, o DLSS 2.0 usa uma rede neural mais generalista, que dispensa o treinamento prévio intensivo e por causa disso, é uma técnica hoje compatível com mais jogos.

5 jogos compatíveis com DLSS

Confira a seguir 5 jogos para PC, entre os mais populares, que suportam DLSS:

1. Crysis Remastered

Crysis Remastered é a versão reimaginada do clássico da desenvolvedora Crytek, cuja versão original rendeu memes por anos graças às suas exigências insanas de hardware. Na versão para PC, o título conta com suporte a ray tracing e DLSS 2.0 em placas Nvidia de ponta, apresentando resultados equivalentes a resoluções nativas, mesmo em 4K.

A qualidade final dos gráficos usando o recurso são tão boas quanto usando a renderização real, com a vantagem de exigir menos da GPU.

2. Fortnite

O Battle Royale mais popular do momento também recebeu suporte a DLSS 2.0 e ray tracing em 2020, para a felicidade de quem joga em PCs de última geração com placas RTX. Embora o jogo conte com gráficos mais cartunescos, é possível notar que a fluidez na ação permanece a mesma, com ou sem super sampling.

3. Cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077, o mais recente game da CD Projekt Red, também suporta DLSS 2.0 e ray tracing nas GPU Nvidia de última geração. Embora tenha sofrido com inúmeros problemas desde o lançamento, o título é um dos que apresenta os melhores efeitos de luz e sombra realistas.

Aliados aos efeitos de ray tracing, o DLSS 2.0 mantém a qualidade gráfica e a taxa de quadros sem perdas, mesmo em resoluções mais elevadas, sem que haja comprometimento de performance, além dos problemas já conhecidos.

4. Call of Duty: Black Ops - Cold War

A franquia de FPS anual da Activision foi outro carro-chefe do DLSS 2.0 em conjunto com ray tracing, ao introduzir a tecnologia em Call of Duty: Black Ops - Cold War. O jogo, que traz combates entre forças americanas e soviéticas durante os anos 1980, conta com gráficos de ponta graças às GPUs Nvidia RTX.

O resultado do DLSS 2.0, na qualidade gráfica não deve nada à renderização nativa, com a vantagem de consumir menos recursos.

5. Control

Control é outro jogo que faz bonito no PC, graças ao DLSS 2.0 e ray tracing. O título traz a diretora do FBC Jesse Faden contra uma misteriosa entidade chamada Hiss, em uma aventura de investigação paranormal e poderes psíquicos.

A jogabilidade única de Control faz um excelente uso dos recursos de ponta providos pelas GPUs da Nvidia, que entrega gráficos exuberantes com menos exigência do hardware.

Com informações: Nvidia.

O que é a DLSS da Nvidia? 5 jogos que aproveitam a tecnologia

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade