0

Sony anuncia lançamento do Playstation 4 para final de 2013

Apesar de apresentar diversos títulos, o novo controle, Dual Shock 4, e prometer o lançamento para o final de 2013 - sem data exata -, a empresa não exibiu nenhuma imagem e também não revelou o preço do aparelho

20 fev 2013
20h09
atualizado em 10/12/2013 às 17h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em um suntuoso evento realizado no início da noite desta quarta-feira, em Nova York, nos EUA, a Sony anunciou o lançamento do Playstation 4. A apresentação do console foi feita pelos principais representantes da marca, como o presidente da Playstation, Andrew House, e do engenheiro-chefe de sistemas de programação, Mark Cerny. Apesar de apresentar diversos títulos, o novo controle, Dual Shock 4, e prometer o lançamento para o final de 2013 - sem data exata -, a empresa não exibiu nenhuma imagem e também não revelou o preço do aparelho.

Veja o controle Dual Shock, do novo PlayStation 4

De acordo com os executivos da Sony, a nova geração de consoles promete velocidade incomparável, com acesso a games feitos com apenas um clique, sem as famigeradas barras de carregamento e sem lag, a lentidão em jogos online causadas por falhas na conexão da internet; interatividade nos moldes das redes sociais; integração total com o portátil PS Vita, entre outras novidades, gerando ao usuário, segundo a Sony, "maior agilidade, simplicidade e sociabilidade".

"Já há duas décadas a nação Playstation tem desenvolvido novos jogos que ultrapassaram todas as fronteiras. Não construímos uma caixa, criamos um mundo extraordinário, no qual vocês, usuários, podem ser épicos", anunciou o vídeo inicial da apresentação, repleto de rápidas trocas de imagens de alguns dos mais conhecidos games do console. "Nós nascemos, nós crescemos e sempre respeitamos uma única regra: expandir os limites."

O anúncio oficial do PS4 foi feito pelo presidente da marca, Andrew House, o primeiro a subir ao palco para dar início à apresentação. "É emocionante estar aqui. Hoje daremos um passo audacioso. Mostraremos exatamente como estamos trabalhando para oferecer experiências mágicas aos usuários. Nossos constantes diálogos com desenvolvedores nos ajudaram a entender o que seria esse 'novo', para assim revolucionar o console e todo o nosso leque de produtos. Esta será a experiência mais personalizada no mercado."

<p>Imagem de 'Deep Down', jogo ultra-realista que está sendo desenvolvido pela japonesa Capcom</p>
Imagem de 'Deep Down', jogo ultra-realista que está sendo desenvolvido pela japonesa Capcom
Foto: Reprodução

Desenvolvendo o console
Para explicar de forma mais detalhada as principais características do novo console, o primeiro da próxima geração de games a ser anunciado, foi chamado ao palco o engenheiro responsável por seu desenvolvimento, Mark Cerny, que logo no início afirmou que os trabalhos em torno do PS4 começaram há mais de cinco anos, pouco depois do lançamento de seu antecessor, o PS3.

Em seu discurso, Cerny enumerou algumas das metas que a equipe de desenvolvimento do aparelho traçou, como assegurar que nenhuma das novidades "interferisse na alegria da experiência do jogador" e saber exatamente o que os próprios desenvolvedores de games gostariam de ter no console. Para isso, a Playstation procurou conversar com as melhores equipes da área do mundo.

"Criamos no PS4 uma plataforma feita pelos criadores e para os criadores de jogos. Vamos ajudar a evoluir a tecnologia dos games", explicou, citando alguns dos novos elementos do PS4, como sistema com memória de 8GB altamente unificada, respaldada por um disco rígido com capacidade para rodar sem falhas produtos da mais alta definição.

Além disso, ele afirmou que o aparelho terá HD interno e utilizará tecnologia APU e memória GDDR5, tipicamente usada nas mais potentes placas gráficas.  

No quesito jogabilidade, uma das maiores novidades foi a apresentação do novo controle Dual Shock para o console, já intitulado de Dual Shock 4. Ao contrário do aparelho usado no PS3, que praticamente não trouxe diferenças em relação ao antecessor do PS2 - além do fato de ser sem-fio -, o controle possui um touch pad, uma barra de luz e um plug para fones de ouvido. O PS Button segue no objeto, permitindo ao usuário controlar vários pontos do sistema sem sair do sofá.

"O controle foi criado com um segundo periferico, uma camêra que identifica a profundidade do ambiente com uma barra de luz", concluiu Cerny. 

Integrações, facilidades e sociabilidade
Sabe aquela trabalho todo de sempre que se vai desligar o videogame precisar salvar todos os novos dados e, ao religá-lo, ter de recarregar tudo para voltar a jogar do lugar onde parou? O PS4 eliminou essa dor de cabeça. Os executivos da Sony prometem uma tecnologia no aparelho que permite encerrá-lo e iniciá-lo exatamente do ponto em que se estava jogando. 

Produtoras mostram prévias de jogos para o PS4

"Queríamos diminuir o tempo de latência entre consumidor e conteúdo. Desta forma, o tempo para iniciar um jogo simplesmente não existe mais, é imediato. Você poderá pausar, desligar e imediatamente o jogo voltará ao mesmo lugar", esclareceu Cerny.

Parar de brincar para fazer um download? Nunca mais. Isso porque o PS4 permite ao usuário, por meio do Secundary Custom Chip, baixar atualizações de games ao mesmo tempo em que se está jogando e, ao concluir o processo, é possível já aplicá-lo sem o desligamento do aparelho. Mais: será possível fazer downolads mesmo com o console fora de uso, via web.

O engenheiro-chefe de desenvolvimentos da Playstation, Mark Cerny, anuncia o game 'Knack'
O engenheiro-chefe de desenvolvimentos da Playstation, Mark Cerny, anuncia o game 'Knack'
Foto: Reprodução

As integrações com outras plataformas da Sony também são uma bela novidade. Além de todos os jogos de PS3 serem compatíveis com o PS4, haverá total integração entre o novo console e o portátil PS Vita, ou seja, o usuário poderá começar jogando em um dos aparelhos e, de acordo com sua vontade, prosseguir a atividade no outro.

Bastante focado nas relações das redes sociais, o novo console procura, por meio de sua já existente Playstation Network (PSN), além de ampliar a experiência de entretenimento, permitindo ao gamer assistir a vídeos ou ouvir músicas - e compartilhá-las - enquanto joga, acompanhar jogos de outras pessoas online, incluindo de celebridades, tendo inclusive a oportunidade de auxiliá-las com suas dificuldades. 

Além disso, uma parceria da Sony com a empresa Gaikai, de cloudgaming, dará ao usuário a oportunidade de jogar via streaming, eliminando a necessidade de fazer download dos games.

*O repórter do Terra viajou a convite da Sony.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade