PUBLICIDADE

'Urso do Pó Branco': a história real desse filme vai te surpreender

O longa mistura comédia e terror na hora de contar o incrível (e bizarro) caso do animal que comeu um carregamento de cocaína.

7 mar 2023 - 20h01
(atualizado em 8/3/2023 às 12h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Universal Pictures / Canaltech

'O Urso do Pó Branco' é um daqueles raros filmes em que apenas o título é o suficiente para chamar a atenção de qualquer um – mas que se torna ainda mais intrigante quando nos deparamos com sua proposta. Não apenas por se tratar da história de um urso que espalha o terror em um parque após consumir dezenas de quilos de cocaína, mas pelo fato de esse absurdo ser inspirado em um caso real.

Só que o longa não se limita a ser apenas bizarro e usa isso a seu favor para contar uma história que pesa a mão na inevitável comédia com elementos de terror e ainda uma carreira de aventura – uma combinação que parece ter dado muito certo. No Rotten Tomatoes, site que agrega críticas de todo o mundo, ele segue com uma média de 69% de avaliações positivas.

Com 'O Urso do Pó Branco' prestes a dar um tapa nos cinemas brasileiros, é impossível não ficar curioso com essa história. Então, para você não ser surpreendido por um urso completamente chapado e fora de si, conheça um pouco mais sobre essa estreia tão particular.

Baseado na história real de Pablo Eskobear

Como dito, 'O Urso do Pó Branco' é baseado – ainda que de forma bem livre – em uma história real e que é tão pitoresca quanto aquela que o filme mostra. A diferença apenas é que ela não é tão grotesca quanto o longa mostra.

Em 1985, um traficante levava um carregamento de cocaína da Colômbia para os Estados Unidos e, durante um salto malsucedido, acabou morrendo e despejou 40 caixas da droga em uma região de floresta no estado da Geórgia.

A polícia local seguiu o rastro dos entorpecentes e os encontrou em volta de um enorme urso preto morto e com muito vestígio de pó. Sim, o animal encontrou os pacotes e acabou tendo uma overdose de tanto cheirar e comer a droga. De acordo com a perícia realizada, seu estômago estava repleto de cocaína.

Pelas condições em que o urso foi encontrado, a estimativa do especialista é que ele não tenha durado mais do que algumas pouquíssimas horas antes de sofrer os efeitos em seu organismo. Segundo o legista responsável pela necropsia, ele teve de hemorragia cerebral e hipertermia a insuficiência respiratória, cardíaca e renal. Na prática, ele praticamente explodiu.

Ainda assim, a história era tão bizarra que deram um jeito de transformar o causo em atração turística. Assim, o pobre urso foi batizado de Pablo Eskobear – em uma brincadeira com o traficante Pablo Escobar e urso em inglês – e empalhado para se transformar em decoração de um shopping. E, agora, o ursinho pó vira astro de cinema.

Liberdade criativa

Só que 'O Urso do Pó Branco' não adapta essa história de forma fiel. Afinal, o urso viciado que tem um treco e morre não renderia um longa-metragem, então o que os roteiristas fizeram foi imaginar o que poderia ter acontecido antes da overdose. E é aí que o filme vira essa mistura de comédia com um terror bastante sanguinário.

Aliás, é essa combinação de gêneros tão opostos o que mais interessou a diretora Elizabeth Banks na hora de contar a louca jornada de Pablo Eskobear. Segundo ela, todos os seus filmes partem do humor e que é a partir disso que ela desenvolve esses outros estilos ao seu redor. Assim, no caso do urso cheirador de pó, a ideia foi misturar a comédia inerente ao caso real com um tipo de horror bem específico.

Como os trailers já apresentam, a obra é quase um slasher – aquele tipo de história em que um grupo de protagonistas é vítima de um psicopata ou mesmo um monstro que os persegue. A diferença é que, ao invés de um assassino mascarado ao estilo Ghostface ou Michael Myers, temos um urso completamente chapado.

Essa é a grande liberdade criativa que o filme explora. Em vez de apenas mostrá-lo morrendo, as quase 1h30 de trama mostram o animal indo atrás de mais droga e se tornando mais violento à medida que a dependência passa a falar mais alto.

Enquanto isso, há grupos de turistas, policiais, traficantes e até adolescentes que estão no parque onde o urso está e que vão precisar fazer de tudo para sobreviver ao surto psicótico da criatura. E, pelo que as imagens de divulgação já anteciparam, vão ser poucos os que vão conseguir escapar do pobre Pablo.

Carreiras de peso

O grande nome por trás de 'O Urso do Pó Branco' é justamente o de sua diretora. Elizabeth Banks é bastante conhecida pelo público por seu trabalho como atriz, seja na franquia 'Jogos Vorazes' ou em 'A Escolha Perfeita'. Contudo, aqui ela comanda tudo por detrás das câmeras.

Ainda assim, as vítimas de Pablo Eskobear também compõem um elenco que surpreende por ser tão bom assim para um tipo de filme que tinha tudo para ser apenas trash. Keri Russell ('Planeta dos Macacos: O Confronto') e Alden Ehrenreich ('Han Solo: Uma História Star Wars') protagonizam esse surto em forma de roteiro, mas são acompanhados de figuras como Ray Liotta ('Os Bons Companheiros'), O'Shea Jackson Jr ('Straight Outta Compton') e Kristofer Hivju ('Game of Thrones').

No Brasil, 'O Urso do Pó Branco' estreia no dia 30 de março.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade