PUBLICIDADE

Bob Iger defende sequências da Disney, mas admite mudanças para o futuro

Embora tenha defendido as últimas sequências lançadas pela Disney, o CEO da empresa, Bob Iger, explicou o que irá mudar nessas produções daqui em diante.

1 dez 2023 - 22h31
(atualizado em 2/12/2023 às 21h58)
Compartilhar
Exibir comentários

Os fracassos de bilheteria e as críticas do público parecem ter surtido efeito na Disney. Recentemente, o CEO Bob Iger defendeu os investimentos feitos pela companhia em franquias já estabelecidas, mas confirmou que, a partir de agora, eles só darão luz verde para sequências "se acharem que as histórias que os criadores querem contar valem a pena".

Foto: Marvel Studios / Canaltech

A frase foi dita pelo executivo no DealBook Summit do The New York Times, quando o assunto do evento foi parar nas muitas continuações, remakes e adaptações live-action feitas pela Disney nos últimos anos. Bob Iger chegou a admitir que a empresa realmente fez muitas sequências, mas disse não querer se desculpar por lançar esses longas.

Bob Iger e o antigo CEO da Disney, Bob Chapek (Imagem: Divulgação/Divulgação/Walt Disney Company)
Bob Iger e o antigo CEO da Disney, Bob Chapek (Imagem: Divulgação/Divulgação/Walt Disney Company)
Foto: Canaltech

"Alguns deles se saíram extraordinariamente bem. E também foram bons filmes. Acho que deve haver uma razão para fazer isso, além da comercial. Você tem que ter uma boa história. E fizemos muitos [desses títulos]. O que não significa que não vamos continuar a produzi-los", deixou claro o CEO.

Sequências e adaptações marcaram o ano da Disney

As reclamações a respeito da falta de inovação da Disney ganharam ainda mais força em 2023, após a empresa dedicar boa parte do ano para investir em franquias já estabelecidas, mas que fracassaram nos cinemas ou foram duramente criticadas.

Contrariando o que normalmente acontece com sagas que já tem um público fiel, muitos de seus filmes não emplacaram, o que mostra que talvez haja um cansaço dos fãs em torno dessas histórias e um desejo por tramas originais.

Indiana Jones e a Relíquia do Destino foi uma das muitas sequências lançadas pela Disney em 2023 (Imagem: Divulgação/Disney)
Indiana Jones e a Relíquia do Destino foi uma das muitas sequências lançadas pela Disney em 2023 (Imagem: Divulgação/Disney)
Foto: Canaltech

Só em 2023, a Disney lançou nos cinemas ou diretamente em streaming os filmes Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania, Indiana Jones e a Relíquia do Destino, As Marvels, Peter Pan e Wendy e A Pequena Sereia - sendo esses dois últimos live-actions baseados em animações clássicas da companhia.

De todos esses títulos, apenas Guardiões da Galáxia Vol. 3, que chegou em maio nas telonas e marcou a última história da equipe intergaláctica, conseguiu agradar ao público e a crítica.

Vale lembrar que muitas outras continuações ainda devem marcar o futuro da companhia, que já tem algumas sequências agendadas para 2024. Entre os títulos para os quais já foi batido o martelo estão Divertida Mente 2, Planeta dos Macacos: O Reinado, e Mufasa: O Rei Leão.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade