1 evento ao vivo

Whindersson Nunes, Gusttavo Lima e outros famosos se mobilizam para ajudar Manaus

16 jan 2021
15h34
atualizado às 16h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Downtown Filmes / Pipoca Moderna

A alta mortalidade causada pela falta de oxigênio nos hospitais de Manaus, durante um novo auge da pandemia de coronavírus, está mobilizando celebridades nas redes sociais.

Na noite de quinta-feira (14/1), o comediante Whindersson Nunes postou em seu Twitter que tinha comprado 20 cilindros de oxigênio e chamou os colegas para ajudar.

"Providenciando 20 cilindros de 50L de oxigênio pra distribuir nas unidades mais urgentes em Manaus! Alô, meus amigos artistas! Na hora de fazer show é tão bom quando o público nós recebe com carinho né, vamos retribuir????", escreveu Whindersson.

Outros humoristas, como Marcelo Adnet e Tirullipa, a atriz e apresentadora Tata Werneck, as cantoras sertanejas Simone e Marília Mendonça, e o cantor Tierry também entraram na campanha.

"Tô no whats com a galera. Tirullipa: 10 cilindros de 50 litros. Tatá Werneck: 10 cilindros 50 litros. Simone: 10 cilindro 50 litros. Tierry: 10 cilindros 50 litros", revelou Whindersson sobre outros famosos que colaboraram. "Vai dar certo pivete", comemorou Whindersson.

Além dos citados, o cantor Gusttavo Lima garantiu a compra de 150 cilindros.

"Estamos desenhando toda a logística e sábado estará chegando em Manaus 150 cilindros de oxigênio. Estou com todos vocês, manauaras…", postou Gusttavo. "Uma mão lava a outra e as duas lavam o rosto… Assim seguimos com bondade e amor ao próximo!!! Ei, Manaus, estamos com vocês… Parabéns a todos que estão ajudando!!!", acrescentou o sertanejo.

A lista continuou crescendo com o o cantor Wesley Safadão, o ator Bruno Gagliasso, a apresentadora Sabrina Sato, a médica e vencedora do BBB 20 Thelma Assis, as atrizes Klara Castanho e Ana Hikari, Dennis DJ, a chef de cozinha Paola Carosella, a dupla Jorge & Mateus, o humorista Paulo Vieira, a atriz Evelyn Montesano, o escritor Paulo Coelho, o ex-BBB Pyong Lee e o jogador de futebol Diego Ribas.

Entretanto, o esforço se deparou com um problema. Apenas aviões capacitados, do tipo Boing, tem autorização para fazer o transporte dos cilindros, impedindo que aviões particulares pudessem levar a maioria das doações de oxigênio à Manaus - Boings que, por sinal, faltam na FAB, a Força Aérea Brasileira, que teria o dever de desempenhar este papel.

Gusttavo Lima conseguiu um, publicando foto do embarque com "o que coube de cilindros" na manhã deste sábado (16/1) em seu Twitter. "A Beth, que é minha parceira aí em Manaus, vai tá recebendo todo esse oxigênio, vai tá fazendo a distribuição nos hospitais que mais demandam, que mais precisam e os pontos também que estão mais precisando. Beth, obrigado pelo carinho e pela força. Tenho certeza que esses cilindros vão salvar muitas vidas", ele acrescentou em seu Stories.

Já Bruno Gagliasso não se atentou ao problema. Ele compartilhou em suas redes sociais um vídeo em que mostra um caminhão com diversos cilindros de oxigênio. "Primeira carga de oxigênio partindo para o Amazonas! Obrigado aos incríveis Maria Gadu, Felipe Neto, Thelma Assis, Fabiula Nascimento, Glória Pires, Orlando Morais, Antônio Fagundes, Otaviano Costa, Gaby Amarantos e Hugo Gloss pela mobilização. Nossa batalha continua! Seguiremos juntos para enviar ajuda a quem precisa no nosso país", celebrou o artista na publicação.

Mas logo em seguida publicou outro vídeo pedindo ajuda da FAB para enviar a carga. "Caros amigos da FAB, temos 95 cilindros cheios para remessa imediata para Manaus. Nos ajudem! Vamos fazer esse ar chegar ao povo de Manaus o mais rapidamente possível".

Por sua vez, Whindersson Nunes optou por outra estratégia. Para contornar a situação, ele enviou 60 respiradores pulmonares, que, inclusive, já chegaram a Manaus neste sábado, em voos particulares.

"Descarregando em Manaus 60 respiradores pra 6 hospitais, 10 pra cada um", ele escreveu, ao lado de um vídeo do envio. "Quem está filmando é meu segurança pessoal, mandei pra Manaus pra garantir que nenhum arrombado desvie os aparelhos, hoje em dia está difícil confiar", postou o artista.

Na sexta, ele explicou como um grupo de celebridades preparou a logística para enviar os equipamentos hospitalares para a capital amazonense.

"Mobilizando três aviões para levar equipamentos hospitalares e 50 aparelhos BIPAP (ventilador pulmonar), já que não podemos transportar cilindros! Indo primeiro aos hospitais pequenos! Vai dar certo! Vamos em busca das possibilidades!", anunciou ele em seu Twitter.

Segundo Winderson, o DJ Alok e a dupla Jorge e Mateus também estão ajudando no processo. "Galera, meu irmão Marcos, que mora em Manaus, vai cuidar de distribuir nos hospitais pequenos e nos interiores, que também estão precisando! Ele está em contato com a galera das doações lá! Jorge e Mateus e Alok entraram pesado na doação, vai acontecer", contou o humorista.

Até a atriz e cantora americana Demi Lovato acabou se engajando. Ela usou suas redes sociais para ampliar o alcance do esforço e alertar o mundo sobre o problema enfrentado pela cidade brasileira, pedindo para que seus 96,9 milhões de seguidores ajudassem.

Em seu Instagram Stories, a cantora compartilhou uma captura de dela de um tuíte da jornalista Cristina Tardáguila, fundadora da Agência Lupa, que dizia: "Bom Dia. Manaus (no Brasil) acordou esperando o oxigênio. Estão em andamento 2 ações: 1- Transporte de tanques de oxigênio de outros estados para o Amazonas. 2- Criação de uma rede de pessoas no terreno para coletar e reabastecer tanques vazios. Se você puder ajudar, entre em contato conosco". Abaixo, ela acrescentou: "Brasil, eu vejo e ouço vocês!"

Veja também:

Confira o teaser de Isolado na Pandemia
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade