PUBLICIDADE

Viúva quer filmar último roteiro de zumbis de George A. Romero

30 abr 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/George A. Romero Foundation / Pipoca Moderna

Suzanne Romero, viúva do cineasta George A. Romero, está tentando viabilizar a produção do último roteiro do diretor, que criou o gênero dos zumbis modernos em 1968 com o clássico "A Noite dos Mortos-Vivos" (Night of the Living Dead).

Intitulado "Twilight of the Dead", o filme seria o sétimo longa de zumbis de Romero e o final de sua longa saga.

O projeto estava sendo desenvolvido pelo diretor em parceria com o ator Paolo Zelati ("O Segredo da Borboleta") e, após a morte de Romero em 2017, Zelati pediu a Suzanne Romero permissão para finalizá-lo, trazendo os roteiristas Joe Knetter ("Blind - Eu Estou Aqui") e Robert L. Lucas (do documentário "One for the Fire: The Legacy of 'Night of the Living Dead'") para ajudar.

"Eu dei a ele minha total bênção, contanto que eu pudesse estar lá a cada passo do caminho para que permanecesse fiel à visão de George", disse Suzanne Romero ao site The Hollywood Reporter. "Tivemos um tratamento sólido e o início do roteiro. Posso dizer que George ficaria incrivelmente feliz em ver isso continuar. Ele queria que essa fosse sua marca final no gênero zumbi."

"Twilight of the Dead" deverá explorar a ideia do zumbi inteligente, que Romero introduziu em "Dia dos Mortos" (1985) e aprofundou em "Terra dos Mortos" (2005).

"Tudo começou com a minha pergunta para ele: 'Para onde vão os zumbis no final da Terra dos Mortos ?'", disse Zelati sobre a origem do projeto.

George A. Romero dirigiu mais dois filmes de zumbis após "Terra dos Mortos" - "Diário dos Mortos" (2007) e "A Ilha dos Mortos" (2009) - , mas não considerava estes dois como parte da história global que ele começou a contar com "A Noite dos Mortos Vivos" e no igualmente cultuado "Despertar dos Mortos" (1978).

"Não é nenhum segredo que 'Diário' e 'A Ilha' não eram o final que ele imaginava para a saga", observa Zelati. "'Twilight of the Dead' seria seu adeus ao gênero que ele criou e queria lançar um filme poderoso".

Enquanto os três roteiristas trabalhavam, eles também assistiam a vídeos de George A. Romero sugerindo como seria a história. "Eu pude ver como George estava feliz, quase tonto", Joe lembra Knetter. "Isso nos fez focar ainda mais em trazer a história à vida da maneira que ele gostaria."

Fã dos filmes do diretor, Robert L. Lucas disse que a experiência de "desenvolver a peça final do quebra-cabeça no universo morto-vivo" foi um sonho que se tornou realidade.

A viúva de Romero agora busca o diretor certo (e o financiamento) para completar a saga de zumbis de seu falecido marido.

"Este é o filme que ele queria fazer. E embora outra pessoa carregue a tocha como diretor, será mais um filme de George A. Romero", ela acredita.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade