PUBLICIDADE

Sexta-feira 13: Confira cinco (boas) adaptações de Stephen King para o cinema

Há dezenas de obras do Mestre do Horror que foram parar nas telonas, mas nem todas conquistaram o público; veja trailers

13 mai 2022 08h40
ver comentários
Publicidade

O livro é sempre melhor do que o filme. A frase está correta em quase 100% das vezes. Mas há boas adaptações. Nesta sexta-feira 13 (única em 2022), o Estadão reuniu cinco filmes baseados na obra do escritor Stephen King, uma fonte inesgotável de ideias, que ganharam vida na telona com uma pitada sobrenatural e, com certeza, não fizeram feio.

Confira a lista das melhores adaptações de Stephen King

  • Carrie - A Estranha

Publicado em abril de 1974, o primeiro livro de Stephen King foi adaptado para o cinema em 1976, pelo diretor Brian De Palma e tem Sissy Spacek no papel principal. O filme narra os fatos da vida de Carrie White, uma garota que tem uma difícil relação com sua mãe e sofre bullying na escola. Ela tem poderes telecinéticos e, claro, vai usá-los em sua vingança após o fatídico baile de formatura. Outra adaptação surgiu em 2013, com Chloë Grace Moretz como Carrie. As duas obras estão disponíveis no Prime Vídeo.

  • Christine, o Carro Assassino

Se Stephen King criou um Plymouth Fury 1958 vermelho com vida própria após ser possuído por uma entidade maligna, em livro publicado em abril de 1983, o diretor John Carpenter conseguiu transformar esta obra em um ótimo filme, em 1984. É quase uma história de amor entre Arnold Cunningham e o carro, já que ele tem apenas um amigo, Dennis Guilder, que será responsável pelo comportamento de Christine. O filme, que está disponível na Netflix, não foi um sucesso de bilheteria à época, mas atualmente é um clássico cult.

  • Na Hora da Zona Morta (A Zona Morta)

A vida do professor Johnny Smith muda drasticamente após sofrer um acidente de carro e ficar cinco anos em coma. Ao acordar, ele adquiriu uma capacidade de prever o futuro. A obra publicada por Stephen King em agosto de 1979 foi adaptada para o cinema em novembro de 1987. A direção é de David Cronenberg e tem o ator Christopher Walken no papel principal. O dilema é interferir ou não nos acontecimentos que Johnny sabe que irão ocorrer. O filme está disponível no Prime Vídeo.

  • À Espera de um Milagre (The Green Mile)

A obra lançada por Stephen King em 1996 foi adaptada de maneira magnífica pelo diretor Frank Darabont, também responsável pelo roteiro, em 1999. Tom Hanks tem uma ótima atuação no papel de Paul Edgecombe, que, já idoso, conta sua história quando era o chefe dos guardas no corredor da morte da penitenciária de Cold Mountain. Destaque também para Michael Clarke Duncan como John Coffey, que tem poderes sobrenaturais. A Darkflix tem o filme em seu catálogo.

  • It, a Coisa

A obra de 1104 páginas, publicada em setembro de 1986, gerou duas adaptações. A primeira em 1990 foi produzida inicialmente como uma série pelo diretor Tommy Lee Wallace. O remake, de Andy Muschietti, saiu em setembro de 2017, com o desfecho (parte 2), lançado dois anos depois. A obra de 2017, obviamente com mais efeitos especiais do que o original, faturou mais de US$ 700 milhões. O palhaço Pennywise, uma personificação do mal, é aterrorizante, ainda mais porque são sete crianças (depois na vida adulta) que precisam encarar esta entidade maligna. Disponível na Netflix.

Estadão
Publicidade
Publicidade