PUBLICIDADE

Priscilla Alcântara e Marco Luque falam sobre DC Liga dos Superpets

A animação já está em cartaz nos cinemas

31 jul 2022 - 14h23
(atualizado em 1/8/2022 às 10h31)
Ver comentários
Publicidade
DC Liga dos Superpets: Entrevista com Priscilla Alcântara e Marco Luque:

DC Liga dos Superpets é a mais nova animaçao que vai te conquistar. No filme, Krypto, o Super-Cão e Superman são melhores amigos, inseparáveis, que combatem o crime lado a lado em Metrópolis e compartilham os mesmos superpoderes. Quando Superman e os membros da Liga da Justiça são sequestrados, Krypto deve convencer um bando de atrapalhados animais de um abrigo da cidade - Ace, o Batcão; PB, A Poderosa Oinc; Mirtes, a Tartaruga-Foguete; e Chip, O Esquilo - a dominar seus poderes recém-descobertos e ajudá-lo a resgatar os super-heróis.

Marco Luque dá voz ao personagem Chip, um esquilo amedrontado que, ao receber superpoderes, fica eletrizado e raios poderosos começam a sair de suas patas. Priscilla Alcantara dubla a porquinha PB, que tem um enorme coração, e, ao ganhar superpoderes, consegue escolher a qual tamanho seu corpo pode chegar, podendo ser gigante como um arranha-céu ou minúscula como uma formiguinha. 

Assim que ganham seus novos poderes,os personagens de Luque e Priscilla precisam encontrar sua autoconfiança e acreditar em todo seu pontencial. Diante disso, os atores comentaram sobre momentos de vida em que já se viram duvidando de sua própria força e talento.

"Todo mundo já passou por momentos assim. Lembro quando eu era palhaço e virei garçom, então descobri que palhaço ganhava mais. Eu lembro que tinha meus 30 anos e era palhaço, trabalhava em evento, e via meus amigos se formando em faculdade e pensava ‘acho que estou um pouco atrasado’. Mas tem aquele momento em que você descobre seu poder”, relembrou Luque.

“Exatamente, quando você descobre, nada te para. Tem aquela sensação de querer fazer algo diferente e ficar preocupada com o que as pessoas vão pensar, já que você não tem a segurança plena. Porém, quando você sente que tem que ser, só vai”, disse Priscilla.
 

Divulgação
Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

A atriz e cantora também contou sobre o momento em que conseguiu encontrar a voz de PB e se conectar com a personagem.

“Eu fui testando algumas coisas com ela. Para mim, facilitou conhecer a personagem, ver o que era mais marcante nela, o fato dela ser mais empolgada, com uma voz mais para cima, menos grave, e fui identificando”, disse.

Marco Luque também comentou sobre sua descoberta com o esquilo Chip.

“É entender que cada projeto, cada filme, é uma coisa. É deixar ele nascer e acontecer”, completou Luque.
“Se eu virasse esse esquilo, como eu falaria? Casa personagem que faço de dublagem, me transformo e vejo como eu falaria".

Divertido, DC Liga dos Superpets promete emocionar o público e o ator também opinou sobre qual o ponto principal do filme e que vai gerar mais conexão.

“Eles descobrindo o poder deles; entendendo que o trabalho em equipe faz com que eles ganhem força”.

O filme já está em cartaz em todo Brasil.

 

Vic View
Publicidade
Publicidade