3 eventos ao vivo

Polícia reuniu evidência para possível prisão de Weinstein

3 nov 2017
19h54
atualizado em 10/1/2018 às 15h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Departamento de Polícia da Nova York disse na sexta-feira (3) que obteve uma narrativa crível de uma pessoa não identificada que fez uma acusação de estupro contra o produtor de Hollywood Harvey Weinstein, e estava reunindo provas para um possível mandado de prisão.

Harvey Weinstein durante evento em Abu Dhabi
Harvey Weinstein durante evento em Abu Dhabi
Foto: Reuters

Procurados, o representante de Weinstein e seu advogado não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.

O vice-chefe de Detetives do Departamento de Polícia de Nova York, Robert Boyce, disse a jornalistas que a suposta vítima "apresentou uma narrativa crível e detalhada".

"Nós temos um caso real", afirmou Boyce. Ele disse que o Departamento de Polícia soube da acusação em 25 de outubro.

Boyce afirmou tratar-se um caso de sete anos e destacou ser necessário "avançar juntando provas". Ele também disse que o Departamento de Polícia precisará de um mandado para efetuar qualquer prisão porque Weinstein está fora do Estado.

Várias mulheres alegaram ter sofrido assédio de Weinstein ao longo das últimas três décadas. Weinstein negou ter feito sexo não consensual com qualquer uma delas. A Reuters não conseguiu confirmar de forma independente nenhuma das alegações.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade