2 eventos ao vivo

Os 7 de Chicago: Aposta da Netflix para Oscar ganha trailer

Prévia recria a história verídica do confronto entre manifestantes pacíficos e a polícia durante a Convenção Nacional Democrata de 1968

13 set 2020
22h51
atualizado em 14/9/2020 às 15h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Netflix divulgou o pôster, as fotos e o primeiro trailer de Os 7 de Chicago (The Trial of the Chicago 7), novo filme de Aaron Sorkin (A Grande Jogada), que tem produção de Steven Spielberg.

Os 7 de Chicago: Aposta da Netflix para o Oscar ganha fotos e primeiro trailer
Os 7 de Chicago: Aposta da Netflix para o Oscar ganha fotos e primeiro trailer
Foto: Divulgação/Netflix / Pipoca Moderna

A prévia recria a história verídica do confronto entre manifestantes pacíficos e a polícia durante a Convenção Nacional Democrata de 1968, cujas imagens, que ganharam manchetes na época, continuam tão atuais hoje quanto foram há meio século.

Os organizadores do protesto - incluindo Abbie Hoffman, Jerry Rubin, Tom Hayden e Bobby Seale - foram acusados de conspiração e incitação ao tumulto e o julgamento que se seguiu foi um dos mais notórios da história dos EUA. Os sete líderes se tornaram o centro de um debate na sociedade americana sobre os limites do direito de protesto e do uso da força policial para conter manifestações pacíficas.

O caso também atraiu a atenção da mídia por refletir a repressão dos movimentos que se opunham à Guerra do Vietnã e assumiam posturas pacifistas. Alguns dos ativistas acabaram condenados, enquanto outros foram inocentados - eventualmente, no entanto, todas as sentenças foram suspensas.

Vale observar que essa história já foi filmada antes em The Chicago 8 (2011), uma produção indie de pouca repercussão. A diferença no número de ativistas daquele filme é que ele contou Bobby Seale, fundador dos Panteras Negras e "oitavo acusado", que acabou não indo a julgamento junto com os demais por ter sido condenado rapidamente por desacato e enviado à prisão pelo juiz do caso. Ele era o único negro do grupo.

Em desenvolvimento há mais de uma década, o filme foi escrito por Aaron Sorkin em 2008 para Spielberg dirigir, mas, como o cineasta não encontrou tempo em sua agenda, o próprio Sorkin, que se lançou como diretor com A Grande Jogada (2017), acabou assumindo a direção do projeto.

O elenco é bastante estrelado, destacando Sacha Baron Cohen (Alice Através do Espelho) como Abbie Hoffman; Eddie Redmayne (Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald) como Tom Hayden; Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen) como Bobby Seale; Kelvin Harrison Jr. (Ondas) como Fred Hampton; Jeremy Strong (Succession) no papel de Jerry Rubin; Alex Sharp (As Trapaceiras) como Rennie Davis; Joseph Gordon-Levitt (Power) como o promotor Richard Schultz; Frank Langella (Kidding) como o juiz Julius Hoffman; Mark Rylance (Ponte dos Espiões) como o advogado William Kuntsler; e Michael Keaton (Homem-Aranha: De Volta para Casa) como o advogado Ramsey Clark.

Considerado um forte candidato a prêmios na temporada, o longa será lançado em 16 de outubro.

Veja também:

Kate Winslet lamenta ter trabalhado com Polanski e Allen
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade