2 eventos ao vivo

Netflix incentiva detratores a verem Lindinhas

11 set 2020
22h26
atualizado às 22h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Netflix / Pipoca Moderna

A Netflix divulgou um vídeo com bastidores e depoimento da diretora de "Lindinhas" (Cuties/Mignonnes), filme que a própria Netflix polemizou por vacilo de seu marketing. No vídeo, Maïmouna Doucouré, que também escreveu o filme, explica sua intenção com a obra e como se inspirou em sua própria história, em meio ao fogo-cruzado que vem se abatendo sobre ela na internet.

Maïmouna Doucouré foi uma das primeiras mulheres negras a vencer o prêmio de Melhor Direção no Festival de Sundance e recebeu elogios rasgados da crítica internacional por seu trabalho - 88% de aprovação no Rotten Tomatoes - , mas por um equívoco calamitoso da Netflix acabou virando alvo de uma guerra cultural. Um cartaz da plataforma sensualizou as personagens pré-adolescentes da produção e deu outro sentido à obra.

A Netflix assumiu o erro e pediu desculpas. Mas isso não arrefeceu campanhas ativas contra a produção na internet, que incentivam quem não o viu a dar "dislikes" e notas baixas em sites como o Rotten Tomatoes, IMDb e Metacritic, além de difundir hashtags pedindo boicotes. A diretora contou que tem recebido até ameaças de morte.

Além do vídeo com a diretora, a Netflix também emitiu um novo comunicado junto com o lançamento, que aconteceu nesta sexta (11/9), incentivando os detratores a perceberem que o filme se preocupa com as mesmas coisas que os escandalizam.

"'Cuties' é uma crítica social à sexualização de crianças. É um filme premiado, com uma história poderosa sobre a pressão que jovens meninas sofrem das redes sociais e da sociedade em geral enquanto crescem - e encorajamos qualquer pessoa que se importa com este tema fundamental a assistir ao filme", diz o texto oficial.

Por curiosidade, o filme acabou sendo lançado no Brasil com o título original, "Mignonnes" em francês, após toda a confusão. Mas durante a divulgação inicial, ele ficou conhecido como "Lindinhas" no país. Mudar o título não muda o filme, só mostra que o marketing da Netflix não funciona mesmo como deveria.

Veja também:

Kate Winslet lamenta ter trabalhado com Polanski e Allen
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade