1 evento ao vivo

Netflix cancela O Cristal Encantado e deixa série sem fim

21 set 2020
23h32
atualizado às 23h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Netflix / Pipoca Moderna

A Netflix decidiu cancelar "O Cristal Encantado: A Era da Resistência". O cancelamento foi comunicado após a série ganhar o Emmy de Melhor Programa Infantil na semana passada, e um ano após a estreia da atração.

"Podemos confirmar que não teremos mais temporadas de 'O Cristal Encantado: A Era da Resistência", disse a produtora Lisa Henson, em comunicado divulgado à imprensa nesta segunda (21/9). "Sabemos que os fãs gostariam de saber como esse capítulo da saga se encerra, por isso nós procuraremos formas de contar essa história no futuro", ela acrescentou.

"Agradecemos à Netflix por ter acreditado na gente e realizado uma série tão ambiciosa. Estamos muito orgulhosos pelo trabalho feito em 'A Era da Resistência', que foi aclamado pelos fãs, pela crítica e por nossos colegas", encerrou a produtora.

Com a decisão, a série ficou sem final, já que acabou num cliffhanger.

Não está claro porque exatamente a produção não foi renovada ou o que levou a Netflix a se manifestar apenas após um ano, mas o site The Hollywood Reporter apurou que "O Cristal Encantado: A Era da Resistência" foi considerada um fracasso para a plataforma de streaming, a ponto de ser citada como um dos motivos do afastamento da executiva de longa data Cindy Holland, que ajudou a dar vida à série. Uma "decepção cara", de acordo com uma fonte não identificada.

Ao falar sobre a série com o site Gizmodo, no início deste ano, o produtor executivo Javier Grillo-Marxuach observou que o programa não era apenas caro como também apresentou a produção mais longa da história da Netflix.

"Esta série não é uma franquia que você pode dizer 'Ok, vamos contratar um monte de novos escritores para desenvolver a primeira temporada'. Este é um trabalho dinástico de amor artesanal. Para fazer direito, você precisa de todos. Você precisa dos Hensons, você precisa dos Frouds. Você precisa de um certo compromisso financeiro e também aceitar o fato de que leva tempo. E é difícil acertar. De tudo em que trabalhei, este era provavelmente a série mais difícil de acertar. E todas as condições precisam ser reunidas para que seja exatamente o que precisa ser", explicou o produtor.

A série era um prólogo do clássico infantil "O Cristal Encantado" (1982), de Jim Henson, que foi o primeiro filme de fantasia feito inteiramente com bonecos. Além disso, os bichos não são fantoches, como os Muppets, mas animatronics, que se movimentavam por meio de comandos eletrônicos, e isso foi mantido na série, aliado a efeitos visuais modernos.

O comando da produção ficou nas mãos do cineasta francês Louis Leterrier ("O Incrível Hulk", "Truque de Mestre"), que produziu e dirigiu os episódios para a Jim Henson Company e a Netflix, com roteiros de Jeffrey Addiss, Will Matthews (ambos do vindouro filme "Life in a Year") e Javier Grillo-Marxuach (série "The 100").

Já o elenco de dubladores reuniu uma constelação de estrelas, como Taron Egerton ("Robin Hood: A Origem"), Anya Taylor-Joy ("Fragmentado") e Nathalie Emmanuel ("Game of Thrones"), que deram vida aos heróis Rian, Brea e Deet, protagonistas da série.

Além deles, o elenco coadjuvante era igualmente impressionante, incluindo Mark Hamill ("Star Wars"), Helena Bonham-Carter ("Oito Mulheres e um Segredo"), Alicia Vikander ("Tomb Raider"), Lena Headey ("Game of Thrones"), Natalie Dormer (também de "Game of Thrones"), Simon Pegg ("Missão Impossível: Efeito Fallout"), Toby Jones ("Jurassic World: Reino Ameaçado"), Andy Samberg ("Brooklyn Nine-Nine"), Caitriona Balfe ("Outlander"), Theo James ("Divergente"), Shazad Latif ("Star Trek: Discovery"), Gugu Mbatha-Raw ("O Paradoxo Cloverfield"), Mark Strong ("Kingsman"), Jason Isaacs ("Star Trek: Discovery"), Keegan-Michael Key ("Key and Peele"), Eddie Izzard ("Powers") e Harris Dickinson ("Malévola 2").

Veja também:

Keaton mantém sigilo sobre rumores de voltar a ser Batman
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade