PUBLICIDADE

Emma Stone também pode processar Disney por streaming

30 jul 2021 20h04
| atualizado em 31/7/2021 às 19h13
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Disney / Pipoca Moderna

O processo aberto por Scarlett Johansson contra a Disney por quebra de contrato, devido ao lançamento de "Viúva Negra" simultaneamente em streaming, está sendo observado de perto por outros artistas-produtores famosos. Matt Belloni, ex-editor da revista The Hollywood Reporter, soube que Emma Stone também está considerando processar a Disney por lançar "Cruella" da mesma forma - na plataforma Disney+ junto do cinema.

Em sua newsletter, o jornalista disse que a estrela de "Cruella" está "avaliando suas opções".

O argumento para os processos é que o lançamento simultâneo prejudica a arrecadação das bilheterias — o que seria uma quebra de contrato, já que cláusulas estipulam remuneração baseada na vendas de ingressos a artistas que também são produtores das obras, casos de Johannson e Stone.

A bilheteria mundial de "Cruella" foi de aproximadamente US$ 225 milhões, bem abaixo do esperado. Mas a Disney se comprometeu em realizar uma continuação.

Ao fazer a revelação do interesse de Stone em seguir Johansson, o jornalista lembrou que a Disney é "famosa por ser difícil de lidar" em questões como essa. A empresa não gosta de ser contrariada e, após o processo de Johansson, divulgou o salário da atriz, chamando a ação de "triste" e "desrespeito cruel aos horríveis e prolongados efeitos globais da pandemia de covid-19″.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade