PUBLICIDADE

Confira as 10 melhores estreias de filmes para ver em casa

19 nov 2021 15h36
| atualizado às 17h03
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Netflix / Pipoca Moderna

O Top 10 está de volta. Com o aumento avassalador de ofertas de filmes para ver em casa, destacar as opções mais relevantes passa a ser a melhor curadoria. Mas as listas também se multiplicaram. Para a refletir a evolução do mercado com a chegada de muitas plataformas novas em 2021, a partir de agora serão duas listas de filmes: uma para as assinaturas de streaming e outras para os lançamentos de VOD (locação digital).

E a programação deste fim de semana em streaming é marcada por musicais envolventes, animações de vanguarda, histórias adolescentes e um mergulho no cinema japonês.

'Tick Tick… Boom!' | EUA | Musical

O filme adapta a peça homônima de Jonathan Larson e traz Andrew Garfield ('O Espetacular Homem-Aranha') no papel do dramaturgo antes do sucesso, ansioso pela véspera de seu aniversário de 30 anos e da estreia de seu projeto dos sonhos: 'Superbia', uma ópera rock inspirada em '1984', de George Orwell - que na vida real nunca foi produzido. O texto é um grande desabafo, dispensando a estrutura grandiosa da Broadway para ser apresentado como show 'de bolso' em pequenos palcos. Originalmente estrelado apenas por Larson e uma banda em 1990, a peça foi ampliada após a morte do autor em 1996, fazendo sua estreia como musical off-Broadway em 2001.

A versão que chega ao streaming é a póstuma, que incluiu outros personagens além de Larson. E conta com roteiro, por sinal, de mais uma estrela da Broadway: Steven Levenson, responsável por 'Querido Evan Hansen' - além de ter vencido o WGA Award (prêmio do Sindicato dos Roteiristas) pela minissérie 'Fosse/Verdon', homenagem aos musicais.

Vale lembrar que, enquanto expressava sua frustração no espetáculo solo, Larson acabou desenvolvendo 'Rent', seu maior sucesso, que infelizmente ele nunca pôde apreciar. O dramaturgo morreu de problemas cardíacos na manhã da première de 'Rent', aos 35 anos, vencendo todos os prêmios possíveis (do Tony ao Pulitzer) postumamente.

'Rocketman' | EUA | Musical

A estrelinha interpreta a protagonista, uma menina da 8ª série do Ensino Fundamental que enfrenta as crises de sua idade, como a timidez absurda, a falta de popularidade e a sensação de que sua vida é um fracasso, tudo antes de atingir a puberdade. Combinando drama e humor, o filme é de uma ternura impossível de resistir e somou nada menos que 60 prêmios internacionais.

'Stop-Zemlia' | Ucrânia | Drama

A primeira animação criada por computação gráfica é também a mais fraca do célebre Studio Ghibli. O filme de Goro Miyazaki, filho do fundador do estúdio, Hayao Miyazaki ('A Viagem de Chihiro'), baseia-se no livro infantil de Diana Wyne Jones (a mesma autora de 'O Castelo Animado') e sua animação é inteiramente digital - como as produções da Pixar, por exemplo.

A trama acompanha Aya, uma jovem que cresceu órfã sem saber que é filha de uma bruxa, mas acaba sendo adotada por outra bruxa, indo morar numa casa cheia de magia e coisas assustadoras. Ah, além de bruxa, ela também é roqueira.

'Accidental Luxuriance of the Translucent Watery Rebus' | Croácia | Animação

'Amor Sem Medida' é segunda comédia de Hassum na plataforma - após 'Tudo Bem No Natal Que Vem', no ano passado, e tem uma premissa típica de comédias americanas dos anos 1990, com Juliana Paes ('A Dona do Pedaço') se apaixonando pelo médico vivido pelo comediante, após os dois trocarem acidentalmente de celular. Só que, ao se encontrarem ao vivo, ela descobre que ele é baixinho, praticamente anão. O resto da história é um grande clichê com mensagem de superação de preconceitos.

Só que a produção não supera seu próprio preconceito. De fato, o uso de efeito visual para diminuir Hassum impede a clara e rara possiblidade de escalar um ator à altura real do papel. E não faltaria candidato. Afinal, Gigante Léo já estrelou história parecida em 'Altas Expectativas', comédia romântica que tratava do mesmo 'amor sem medida' em 2017.

Vale apontar que 'Amor sem Medida' é um remake do filme argentino 'Coração de Leão - O Amor Não Tem Tamanho' (2013), que há oito anos usou o mesmo truque com o ator Guillermo Francella. A direção é de Ale McHaddo, que já tinha trabalhado com Hassum em 'O Amor Dá Trabalho' (2019) e na série animada 'Osmar, a Primeira Fatia do Pão de Forma' (2013-2015).

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade