0

Agarra-me se Puderes: Clássico dos anos 1970 vai virar série

22 out 2020
00h59
atualizado às 02h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Universal Pictures / Pipoca Moderna

A Universal vai transformar o clássico "Agarra-me se Puderes" (Smokey and the Bandit) numa série.

O filme de 1977 foi uma criação do dublê Hal Needham, que escreveu e dirigiu a produção em sua estreia atrás das câmeras, mas só saiu do papel porque um dos maiores astros da época, Burt Reynolds, topou estrelar. Feito sem maiores pretensões, a produção se tornou o maior sucesso da carreira do ator e a segunda maior bilheteria do ano em que "Guerra nas Estrelas" (Star Wars) chegou aos cinemas.

A trama acompanhava Bo "Bandit" Darville, que topava uma aposta para transportar caixas de cerveja do Texas para Atlanta em 28 horas. Ele achava que cumprir a missão seria fácil, até dar carona para Carrie, uma noiva em fuga, literalmente, que deixou o filho do xerife Bufford no altar. Este contratempo faz com que seu carrão conversível seja perseguido em alta velocidade pela polícia do Texas até o fim da projeção.

"Agarre-Me Se Puderes" gerou duas continuações, rendeu um namoro entre Reynolds e sua coestrela Sally Field e inspirou inúmeras produções similares, inclusive séries, como as bem-sucedidas "Os Gatões" (1979-1985) e "Xerife Lobo" (1979-1981). Seu impacto na cultura pop foi além dos derivados e cópias, inspirando até o nome de uma banda, Boss Hogg, batizada em 1989 (e ainda em atividade) em homenagem ao vilão da história.

O resgate da franquia está sendo desenvolvido pelo cineasta David Gordon Green ("Halloween"), o comediante Danny McBride ("The Righteous Gemstones") e os produtores Seth MacFarlane ("Uma Família da Pesada") e Brian Sides ("Alaska: The Last Frontier"). Green também dirigirá o piloto da atração.

"Por ter crescido no sul, 'Agarra-me se Puderes' foi uma franquia icônica para mim. O legado desses personagens é um playground de arrogância e atrevimento que estou animado para explorar", disse Green, que nasceu em Little Rock, Arkansas, mas foi criado no Texas.

Ainda sem canal ou plataforma definidos, a adaptação do filme dos anos 1970 faz parte de uma estratégia da NBCUniversal para explorar sua biblioteca de títulos e transformar seu acervo clássico em novas séries. Outras atualizações em andamento no estúdio incluem uma nova "Battlestar Galactica" para a plataforma Peacock e uma série de "Chucky" para o canal pago Syfy, entre outros.

Veja também:

Denzel Washington é nomeado melhor ator do século 21
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade