0

Big Sky foi maior estreia de sucesso multiplataforma da TV americana em 2020

9 jan 2021
15h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/ABC / Pipoca Moderna

A série "Big Sky" se consolidou como o maior sucesso da temporada pandêmica de 2020 da TV americana com a soma de suas visualizações multiplataformas após um mês de exibição de seu primeiro episódio. Com mais de 35 dias de disponibilização em plataformas lineares e digitais, o episódio inaugural atingiu 14,7 milhões de espectadores totais, tornando-se a estreia mais assistida da rede ABC desde "The Good Doctor" em setembro de 2017.

"Big Sky" também se destacou no alvo demográfico favorito dos anunciantes (adultos de 18 a 49 anos), subindo para uma classificação de 3,97 pontos, na escala da consultoria Nielsen - o que representa quase seis vezes a classificação inicial do dia de estreia na TV aberta (0,68). Além disso, o drama da ABC conquistou 10,5 milhões de espectadores adicionais em relação à média inicial de sua exibição ao vivo (4,2 milhões), graças à exibição em streaming e gravações digitais.

O sucesso também foi acompanhado por polêmica. Com uma trama centrada no rapto de mulheres brancas, a produção foi criticada pelas comunidades indígenas por ignorar que na região em que a história se passa existe uma tendência endêmica de raptos de mulheres nativas, nem sequer mencionada pelos roteiristas. Os produtores prometeram abordar a questão nos próximos episódios.

Criada por David E. Kelley ("Big Little Lies"), a série de suspense é baseada em "The Highway", livro de CJ Box que abre uma série de romances da personagem Cassie Dewell.

No suspense rural, a detetive particular Cassie Dewell e a ex-policial Jenny Hoyt se juntam em uma busca por duas irmãs que foram sequestradas por um motorista de caminhão em uma estrada remota de Montana. Quando descobrem que essas não são as únicas garotas que desapareceram na área, elas correm contra o relógio para deter o assassino antes que outra mulher seja levada.

A produção destaca Kylie Bunbury ("Olhos que Condenam") como Cassie e Katheryn Winnick ("Vikings") como Jenny, além de Ryan Phillippe ("Shooter") no papel de Cody Hoyt, ex-marido da personagem de Winnick, que também é ex-policial e se envolve no caso porque uma das garotas desaparecidas é namorada de seu filho.

O elenco ainda inclui Natalie Alyn Lind ("The Gifted"), Brian Geraghty ("Briarpatch"), John Carroll Lynch ("Fome de Poder"), Jesse James Keitel ("Forever Alone"), Valerie Mahaffey ("Dead to Me"), Jade Pettyjohn ("School of Rock") e Dedee Pfeiffer ("O Segredo do Lago").

Vale destacar ainda que o primeiro episódio teve direção do cineasta Paul McGuigan ("Victor Frankenstein").

Veja abaixo o trailer da série, que deve chegar no Brasil pela plataforma Star Plus (Star+), a "Hulu brasileira" da Disney.

Veja também:

Umbrella: a história de um guarda-chuva que emociona
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade