PUBLICIDADE

Aplausaço faz homenagem a Paulo Gustavo e às vítimas da covid-19

Estimulado pelo grupo de artistas 342 Artes, adesão aos aplausos nas sacadas se deu com mais visibilidade no Rio e em Niterói, cidade do ator

5 mai 2021 20h55
ver comentários
Publicidade

As pessoas saíram às janelas, sobretudo no Rio de Janeiro e em Niterói, para homenagearem Paulo Gustavo e as vítimas da covid-19 com aplausos. Não houve grandes manifestações em outras cidades, talvez frustrando a expectativa dos organizadores do aplausaço marcado para as 20h desta quarta, 5. Imagens da Globo News, que fez campanha pedindo a participação dos telespectadores, mostrou poucas pessoas em algumas ruas e janelas da zona sul do Rio.

A Câmara dos Deputados, em Brasília, também teve um momento de aplauso ao humorista, às 20h. "Hoje a Câmara se uniu ao Brasil ao demonstrar com palmas sua indignação e solidariedade pelo falecimento de Paulo Gustavo e todas as vítimas da covid!", publicou em seu Twitter a deputada Jandira Feghali (PCdoB).

Paulo morreu nesta terça-feira, 4, aos 42 anos, vítima de covid-19. Ele estava internado desde o dia 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

O médico Thales Bretas, marido do ator Paulo Gustavo, havia usado suas redes sociais na tarde de quarta, 5, para falar sobre o aplausaço que estava sendo marcado para homenagear o ator e todas as vítimas da covid. "Não estou conseguindo responder a todas as mensagens de carinho e amor, mas essa espero ansiosamente! Eu tive a sorte de viver com o cara mais especial do mundo. Durou pouco, mas de tão intenso, fez-se enterno...", escreveu na legenda da foto de convocação da homenagem.

A cantora Beyoncé também havia feito pela manhã, em seu site oficial, uma homenagam a Paulo Gustavo, que era fã da artista. "Que pena que a @beyonce não teve a sorte e a honra de conhecer esse brilho em vida", disse ele sobre o post da cantora. O aplausaço realizado na noite de quarta, 5, foi uma iniciativa pensada pelo movimento 342 Artes. "O Brasil aplaude Paulo Gustavo e todos os brasileiros que se foram pela covid. Vá para a janela e demonstre sua solidariedade e indignação!", dizia a mensagem publicada pelo movimento no Instagram. Caetano Veloso, que apareceu na Globo News lembrando do humorista e pedindo justiça à CPI da covid, sua mulher Paula Lavigne, Giovanni Bianco, Monica Iozzi e Christiane Torloni trabalharam divulgando a campanha.

A cidade de Niterói, em que Paulo Gustavo nasceu e foi criado, fez também uma convocação a seus moradores para que eles fizessem um minuto de aplausos coletivos nas janelas no mesmo horário, às 20h. "Infelizmente ele é mais um niteroiense que perdemos para a pandemia. Paulo Gustavo levou a o nome de Niterói para o Brasil e o mundo e por isso estamos apoiando essa iniciativa espontânea da sociedade de realizar um grande aplauso para ele e para todos os niteroienses que se foram para a covid-19", disse o texto publicado em uma postagem no perfil oficial Curto Niterói.

Veja algumas manifestações do aplausaço registradas nas redes sociais:

Estadão
Publicidade
Publicidade