0

The 100: Produtor fala sobre o futuro da série na sexta temporada e morte de personagens

Drama apocalíptico chegou ao fim de sua quinta temporada e promete um novo mundo para o futuro.

9 ago 2018
17h42
  • separator
  • comentários

ATENÇÃO! Contém spoilers do final da quinta temporada de The 100!

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Mais um ano, mais um fim do mundo, mais um recomeço para a série apocalíptica da The CW. A quinta temporada de The 100 terminou com o grupo de sobreviventes liderado por Clarke (Eliza Taylor) e Bellamy (Bob Morley) precisando encontrar casa em outro mundo. Literalmente.

Após o fim da temporada, o produtor executivo Jason Rothenberg concedeu uma entrevista à Entertainment Weekly, em que comentou os motivos que o levaram à difícil decisão de matar Monty (Christopher Larkin) e Harper (Chelsey Reist) e sobre o que os fãs podem esperar do futuro da série.

Rothenberg falou que houve uma "confluência de motivos" que o levaram a dar um salto de 125 anos no futuro do episódio final. O produtor contou que inicialmente não sabia se a temporada cinco deveria servir como o final da sua história, uma vezque a CW ainda não havia dado uma ordem de renovação quando a decisão preicou ser tomada.

"Eu precisava de um final que funcionasse como uma narrativa satisfatória, e que ao mesmo tempo armasse algo que fosse misterioso e curioso para o público", contou. "E, para ser sincero, que também fosse intrigante para os podersoso na emissora e nos estúdios."

O produtor revelou ainda que esta reinvenção sempre esteve no DNA da sua série. "Nossa narrativa — as naves em criogenia que haviam voltado de uma missão estelar, dois exércitos lutando — naturalmente nos levou a explorar outro mundo. Então, quando estámvamos discutindo a temporada na sala dos roteiristas no ano passado, todos eles chegaram à conclusão de que teríamos que destruir o Vale. Era o que mais fazia sentido."

Já sobre o que virá para a próxima temporada — e o incomum "Fim do Livro Um" que surgiu na cartela ao final do episódio — o showrunner disse que aproveitou a oportunidade que se apresentou para literalmente criar um novo mundo e garantir que a série não caísse em uma narrativa preguiçosa:

"A verdade é que eu tinha um final [para a série] em mente, mas este final já passou há algum tempo. Ainda assim, esta série continua sendo satisfatória para mim, criativamente desafiadora e empolgante. Enquanto assim for para mim, eu vou continuar na série, e a série vai continuar no ar, dados os desejos de Mark Pedowitz [presidente da CW]. Quando você se repete muito, então é hora de dizer adeus. Mas neste ponto, esta é uma das razões por que colocamos 'Fim do Livro Um' na tela, porque realmente é o fim de uma aventura e o início de outra."

Mas este início de uma nova aventura demandou sacrifícios, sentidos por Monty e Harper.

Quanto ao árduo caminho de Bellamy e Octavia, Rothenberg conta que a garota ainda não aceitou totalmente o que precisou fazer para salvar a todos. "Ela ainda está irritada e magoada que as pessoas não aceitam que foi ela que os manteve vivos. Para mim, ela vai precisar de um tempo para sair dessa antes de Bellamy conseguir aceitá-la totalmente."

The 100 é exibida na Warner Channel, com episódios inéditos às segundas-feiras, às 22h30. As quatro primerias temporadas estão disponíveis na Netflix.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade