0

Saída de Henry Cavill do Universo Estendido da DC pode não ser definitiva

Warner Bros. fez um comunicado oficial sobre o rompimento do contrato de Cavill, enquanto a agente do ator também se pronunciou sobre o assunto.

12 set 2018
15h42
  • separator
  • comentários

Os fãs do Universo Estendido da DC foram pegos de surpresa nesta quarta-feira (12) com o anúncio de que Henry Cavill não voltaria a interpretar o Superman, tendo rompido seu contrato com a Warner Bros. Entretanto, parece que ainda não é hora de lamentar a saída do intérprete de Clark Kent.

Foto: Warner Bros. / AdoroCinema

Horas após a notícia ser divulgada pelo THR, a Warner Bros. soltou um comunicado sobre a saída do ator.

"Embora nenhuma decisão tenha sido tomada em relação aos próximos filmes do Superman, sempre tivemos grande respeito e um ótimo relacionamento com Henry Cavill, e isso permanece inalterado", revelou a declaração de um porta-voz da Warner Bros.

O comunicado deixa claro que não houve "nenhuma decisão" em relação aos futuros projetos do Superman, mas não há como saber se isso significa um "fim definitivo" para o personagem como um todo, ou especificamente para Cavill.

Não houve confirmação real sobre o futuro do Superman de Cavill e isso poderia facilmente ser visto como nada mais do que a Warner Bros. dando a Cavill uma despedida educada e respeitosa. No entanto, a agente do ator, Dany Garcia, tuitou uma mensagem misteriosa sobre a situação, que sugere que o anúncio inicial pode ter se antecipado e que Cavill ainda tem um futuro com o personagem.

"Fiquem calmos, a capa ainda está em seu armário. "[A Warner Bros. Pictures] tem sido e continua sendo nossa parceira à medida que eles evoluem o Universo DC", escreveu ela no Twitter.

Considerando que Garcia afirmou que a "capa ainda está no armário" do ator, é possível que ele volte a interpretar o super-herói. Porém, isso também pode ser apenas uma mensagem de cortesia, pedindo aos fãs para não descontarem a decisão em Cavill ou no estúdio. Afinal, como ela deixa claro no tuíte, a relação entre a Warner Bros. e a equipe do ator ainda é forte. 

De acordo com o THR, outra fonte revelou que é improvável que a Warner faça um filme solo de Superman por pelo menos alguns anos. "Superman é como James Bond, e depois de uma certa corrida você tem que olhar para novos atores", revelou uma fonte do estúdio. Cavill vai se juntar a Ben Affleck, que não deve reprisar o papel de Batman para o próximo filme independente do diretor Matt Reeves. Enquanto isso, já surgiram rumores de que Michael B. Jordan, de Pantera Negra, poderia assumir o manto do herói.

Os próximos filmes do Universo Estendido da DC são Aquaman (com estreia marcada para 13 de dezembro), Shazam! (4 de abril de 2019), e Mulher-Maravilha 1984 (31 de outubro de 2019).

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade